Comentários do leitor

Conheça Os Gibis Para Gente Grande

por Leonardo Farias (2018-06-08)


estantes colecionadorÉ um tanto complicado falar sobre esse livro sem dar spoilers. Nessa adaptação de P. Craig Russell, a cada capítulo vamos acompanhar uma aventura de Nin pelo cemitério, desde sua chegada até ter dez anos. Cada capítulo é ilustrado por um desenhista diferente, cada qual dando sua versão dos personagens e dos cenários de acordo com timbre da narrativa.

A melhor forma de evitar a umidade é manter suas revistas em estantes, uma vez que é mais arejada e fica mais fácil de observar constantemente possíveis aparecimentos de insetos. Todavia, garanta que nenhum raio de Sol incida diretamente sobre estas estantes.

Colecionador é um daqueles personagens que pouco aparecem em uma história, mas todo enredo gira em torno dele. Fã de carteirinha dos gibis, estudante Leonardo Polch, 26 anos, lamenta não ter mais tanto tempo para ler suas histórias favoritas. Antes de entrar na faculdade, ele comprava, em média, oito HQs por mês. Agora, precisa priorizar seus estudos. universitário relembra que foi irmão mais velho que emprestou a ele seu primeiro gibi - As aventuras do Superman. Mesmo com a vida corrida, Leonardo mantém um acervo de cerca de 3 mil quadrinhos. E avisa: Apesar de muita gente não acreditar, gibi é cultura", garante Leonardo. Fã de Batman e de quadrinhos adultos como Constantine, universitário lembra de uma aquisição que fez através da estante para carrinhos hot wheels Virtual. Comprei um HQ que procurava há tempos, A Morte do Superman. Gibis raros como este são difíceis de encontrar. As lojas não deixam disponível nas prateleiras por medo das pessoas deteriorarem a revista".

Guardadas as comparações, poderia ser um armário de quadrinhos com diferentes nichos e prateleiras ocupando este mesmo espaço. Me despeço aqui, e quem tiver dúvidas em relação à matéria pode fazer os comentários aqui no blog. A medida que Leo for liberando-os, eu tentarei responder às dúvidas mais pertinentes e dar outros conselhos.

Nossas vendas On-Line possuem um sistema de suporte ao comprador 24 horas por dia, 7 dias por semana. Comprando um de nossos produtos pelo site vc receberá em poucos minutos um e-mail automático com todos os nossos fones de contato e meios de pagamento.

A experiência de leitura de uma HQ é diferente da de um livro, como é diferente a forma de percebê-lo através de um filme ou uma peça de teatro. Cada justamente essa diferença que se procura usufruir nas adaptações. Essas novas formas de leitura não afetam original. Ele continuará sempre lá, preservado em seu formato, sem correr nenhum perigo.

Por volta de 2009 a Mattel (detentora da Hot Wheels) adquiriu a Matchbox e infelizmente a retirou do mercado brasileiro, que me obrigou a partir para compras via Internet. Passei a participar de comunidades de colecionadores diecast nas redes sociais, inicialmente no Orkut e depois com Facebook. Isso permitiu um salto de qualidade na minha coleção, pois observava as coleções de amigos virtuais há mais tempo no hobby e passei a conhecer outras marcas bem detalhistas (Greenlight, Johnny Lightning, Jada, M2 Machines, Kyosho, Minichamps, Welly entre outras). Algumas marcas são pouco comercializadas no Brasil e passei a me aventurar a partir de 2011 em compras internacionais pelo Ebay (site similar ao Mercado Livre, porém com muito mais opções de itens). Entretanto a alta recente no valor do dólar e as taxações da Receita Federal mesmo em compras abaixo de $50 têm inviabilizado as compras internacionais.

Para entrar no mundo digital dos quadrinhos, você vai precisar de três coisas: uma fonte de quadrinhos, um bom método de organização e algo onde ler as suas edições. A seguir, vou detalhar as melhores soluções que eu encontrei para estas três questões.

Assim como em outros países, no Irã diversos grupos com correntes teóricas políticas também diversas disputam governo. A complexidade da realidade no Oriente está na existência de outras forças externas e militares que dificultam um processo de pacificação da vida. A família de Marjane Satrapi, por exemplo, lutava por um regime comunista e sua história foi desenhada nos quadrinhos em formato de autobiografia feito em 2001 e lançado em animação seis anos depois.

Acho que acabei de responder na anterior. Acho que isso pode trazer mais conhecimento não só pra mim, como pras pessoas para quem empresto meus quadrinhos. Isso ajuda a popularizar a cultura do colecionismo e a cultura em si de um jeito lúdico. Adoro emprestar minhas coisas e despertar nas pessoas a mesma vontade e necessidade por histórias que eu tenho.

Quando um professor lê um texto para si ou para outro, situa-se nele como interlocutor desse, e contextualiza e intertextualiza que faz da leitura um encontro de personagens e personalidades. Todo texto contém em sua estrutura ensinamento estético, moralístico,humorístico ou até mesmo "prazeroso".

Talvez a forma mais clássica de se guardar quadrinhos seja nos famosos saquinhos. Os ideais são os de Polipropileno, que apesar do nome esquisito, são bem fáceis de se encontrar hoje em dia. Esses saquinhos podem ser comprados em lojas especializadas, ou até no Mercado Livre. Eles existem em diversos formatos. Então você já pode comprar exatamente os que você precisa.