Comentários do leitor

Colecionador Decora O Apartamento Com 20 Mil Miniaturas

por Paulo João Vitor Pires (2018-06-22)


estante para vinilÉ fácil ler edições antigas ou fora de circulação: as primeiras edições do Homem Aranha foram reimpressas centenas de vezes, claro, mas se você quiser explorar coisas mais obscuras ou específicas, pode passar muito trabalho (ninguém vai reimprimir a Saga dos Clones, pessoal). É muito mais fácil colocar as suas mãos em material raro, caro, antigo ou limitado de modo digital do que indo atrás das edições físicas. Você terá a oportunidade de ler histórias que de outro modo não poderia, e isso é maravilhoso.

As peças são separadas como um quebra-cabeças e você monta da maneira que quiser, obedecendo determinadas larguras, alturas e encaixes que já vem prontos. Pode-se, por exemplo, regular a altura das prateleiras (veja na foto que as laterais da estante para miniaturas de carros têm vários furos brancos para que se possa determinar a altura da prateleira).

Como boa fã da Marvel , fui ao cinema assistir Thor: Ragnarok e antes de qualquer coisa, preciso destacar que esse filme é, de longe, um dos melhores desse universo. Deixar filme na mão de Taika Waititi talvez tenha sido uma das decisões mais acertadas que a Marvel já tomou, porque os filmes de Thor eram conhecidos por serem mais sérios e obscuros, e esse terceiro longa ri de sua desgraça do começo ao fim. Desde os primeiros cartazes e teaser (com essa trilha sonora incrível) dava pra ver que os ares de Ragnarok iam mudar completamente a franquia Thor, e amém que mudou para melhor! A direção é absurdamente incrível em todos os momentos: das cenas mais sérias e tensas às de comédia e luta, é tudo impecável.

Assim como em outros países, no Irã diversos grupos com correntes teóricas políticas também diversas disputam governo. A complexidade da realidade no Oriente está na existência de outras forças externas e militares que dificultam um processo de pacificação da vida. A família de Marjane Satrapi, por exemplo, lutava por um regime comunista e sua história foi desenhada nos quadrinhos em formato de autobiografia feito em 2001 e lançado em animação seis anos depois.

Claro que toda essa história de investigação do assassinato de um herói é meramente pano de fundo para uma discussão bem mais profunda, com vertentes politicas pesadas e reflexões morais, talvez isso é que torne a HQ tão apreciada e atemporal. Vale mencionar ainda que a mesma ganhou vários prêmios Kirby e Eisner, importantes prêmios do mundo dos quadrinhos.

Esta é uma decisão muito particular de cada colecionador. Alguns (não é meu caso) guardam seus carrinhos nas embalagens originais. Existe inclusive um termo para definir as miniaturas que são negociadas sem embalagem: elas são chamadas de loose (solto, em inglês).

Dias se passaram, comigo pensando em como abordar novo conflito editorial da moda, Estética versus Qualidade, e em como Brasil está passando por isso nos quadrinhos, quando assunto são os encadernados. As parcerias entre roteiro e arte nessa coleção da Ática partem do editor, Fabrício Waltrick, que tem dom de acertar sempre. Eu e Rodrigo Rosa já fizemos três HQs juntos e nosso trabalho flui com uma naturalidade espantosa. Ele tem uma habilidade impressionante para mostrar os sentimentos dos personagens olhares, além de acrescentar detalhes e humor em cada quadro. É uma pessoa que claramente gosta do que faz. Mas nada disso daria certo se não contássemos com amparo dos editores, revisores, diagramadores… Estão todos lá na ficha técnica.

Acabei de ler Talco de Vidro, do Marcello Quintanilha. Talvez melhor quadrinho nacional que já li. Ele tem uma força de literacidade que se aproxima dos livros de romance muito mais que uma mera adaptação de clássicos da literatura. Ele é a própria literatura contemporânea que vemos hoje nos melhores autores. E não digo apenas brasileiros, mas os internacionais.

estante para vinilSe você for um colecionador, a estante pode te ajudar a organizar e expor suas coleções, dependendo do tamanho do que você coleciona, é claro! Você mesmo pode montar sua estante, para isso basta comprar nichos de madeira dos tamanhos que você quiser. Você pode pregá-los na parede ou apenas dispô-los uns sobre os outros.

Colecionador é um daqueles personagens que pouco aparecem em uma história, mas todo enredo gira em torno dele. Fã de carteirinha dos gibis, estudante Leonardo Polch, 26 anos, lamenta não ter mais tanto tempo para ler suas histórias favoritas. Antes de entrar na faculdade, ele comprava, em média, oito HQs por mês. Agora, precisa priorizar seus estudos. universitário relembra que foi irmão mais velho que emprestou a ele seu primeiro gibi - As aventuras do Superman. Mesmo com a vida corrida, Leonardo mantém um acervo de cerca de 3 mil quadrinhos. E avisa: Apesar de muita gente não acreditar, gibi é cultura", garante Leonardo. Fã de Batman e de quadrinhos adultos como Constantine, universitário lembra de uma aquisição que fez através da Estante Virtual. Comprei um HQ que procurava há tempos, A Morte do Superman. Gibis raros como este são difíceis de encontrar. As lojas não deixam disponível nas prateleiras por medo das pessoas deteriorarem a revista".