Comentários do leitor

Comprando Malas De Viagem Na Internet — Depois Dos Quinze

por Pedro Francisco Viana (2018-07-01)


carteira porta cartao masculinaEstou planejando uma viagem pra NZ, pretendo ficar lá 5 meses. Tenho grande dúvida que tipo de mala levar: a rígida, a de tecido e uma outra sem estrutura, todas com 4 rodinhas (claro). Achei a de tecido muito pesada e já estou descartando. A rígida me agradou mas tem gente falando que ela pode quebrar fácil pois os funcionário jogam as malas de qualquer jeito e a sem estrutura é mais leve mas estou com medo de ela rasgar fácil ou quebrar alguma peça. Não pretendo levar nenhum objeto que quebre dentro da mala e meus eletrônicos irão na bagagem de mão.

As malas de tecido são menos duras e por isso, menos pesadas, por serem produzidas em poliéster e nylon. Resistem melhor aos choques e têm a vantagem de se poderem encaixar em qualquer local. Costumam ser mais baratas, mas desgastam-se mais facilmente. É importante ter em atenção tecido, que deve ser bastante resistente, lavável e, idealmente, à prova de água.

Pra isso você pode escolher malas que venham com segredo, aqueles iguais de cofre, ou malas com cadeado e chave já embutidos, muitos dele tem cadeado do tipo TSA, que poderá ser aberto com uma chave mestra (caso seja necessário) sem que a sua mala sofra danos.

Esta mala RIMOWA é um produto de alta qualidade fabricado com grande zelo. Para preservar seu bom estado durante muito tempo, é favor observar as seguintes indicações: para remover pó e sujidade, deverá usar apenas água morna e panos macios ou pequenas esponjas.

Outro fator que ajuda muito um mochileiro é sua capacidade de ‘viajar leve'. Escolha sabiamente que vai levar, afinal cada coisa que você colocar na mochila é um peso a mais para levar nas costas… Levou algum tempo, mas hoje posso dizer que sou uma viajante minimalista, e viajo apenas com essencial. Para viagens mais longas, me planejo considerando lugares onde vou usar lavanderia, por exemplo. Já embarquei para viagens curtas apenas com uma mochila pequena, dessas de dia-a-dia. Adoro a sensação de desembarcar e ir embora, sem precisar esperar a bagagem na esteira.

Recomendações: Não tente fazer muita economia. barato pode acabar saindo caro no final das contas. Opte por uma mala robusta, que seja feita de um material resistente. Eu prefiro malas que sejam de tecido do que aquelas que são revestidas com aquele plástico duro. Elas têm a tendência de ressecar e não aguentam muitas viagens.

É legal que a mala seja expansível para garantir que você consiga acomodar aquelas comprinhas que fez durante a sua viagem. Também escolha uma mala com rodinhas com giro 360 graus, facilita muito a nossa vida nos aeroportos. Também escolha uma mala fosca e porosa, aquelas malas brilhantes ficam totalmente riscadas já na primeira viagem, caso a mala seja despachada.

Ela é a principal companheira dos viajantes, mas também pode se tornar a principal dor de cabeça em uma viagem. Por isso, quando comprar uma mala é preciso bolsa feminina cavezzale ficar atento a detalhes e fazer uma boa escolha. Já que é um produto que poderá ser utilizado diversas vezes e deve ser um facilitador na viagem, e não um problema. Pensando nisso Maior Viagem conversou com Renato Rotta, responsável pelo marketing da Samsonite no Brasil, que deu dicas importantes de como escolher uma mala boa.

Fuja das malas com apenas 2 rodas, que só correm para frente e para trás. Viajei com uma dessas para a Europa e passei maior perrengue , porque elas não são nada práticas de carregar! Caso já tenha uma dessas, venda (foi que eu fiz) ou use só para passeios em que não precise ficar levando a mala de um lado para outro.

Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a obter melhor uso a longo prazo de suas malas, garantindo sua beleza por todo esse tempo. 7 - Mala minha ou dos outros? Tem gente que viaja só uma vez ao ano e não tem muito espaço para acomodar as malas. Também há quem faça viagens de duração e destinos tão diversos que fica impossível ter a mala ideal. Ou ainda que já se decepcionou tanto com malas que desistiu de comprar uma nova. jeito é pedir com algum parente, se você tiver algum por perto, ou pegar emprestado, se é que a pessoa não se incomoda. Se incomodar, nesse caso, já há no mercado empresas que alugam de um tudo, inclusive malas. Você pode dar uma olhada no site da Rent for All e da Allugator e ver as opções de acessórios para turbinar a sua viagem. Isso mesmo, você aluga a mala de acordo com a sua viagem e paga uma diária pelo uso. Quando a viagem acaba, você devolve e não precisa se preocupar onde guardar a mala de bordo executiva ou se vai precisar de um modelo diferente nas férias seguintes.

que vai levar nessa mala? Essa é a pergunta, já que a policarbonato ou fibra (aquele material rígido) não amassa as roupas e protege bem que está dentro, no entanto caso se rompa não há conserto. Já poliéster e algodão, apesar de ser um pouco menos resistente e amassar roupas são mais leves e ocupam mais espaço.

Poucas coisas são mais inúteis e frustrantes do que uma mala barata que cai por terra durante suas férias e não comportam tudo que você precisa. Portanto, é fundamental investir na bagagem de qualidade que pode suportar toda sua bagagem. Em algum lugar lá fora, existe conjunto de bagagem certo para satisfazer todas as suas necessidades.