Comentários do leitor

Um Exemplo De Práticas Sustentáveis

por Pedro Francisco Viana (2018-04-26)


Vamos falar sobre malas de viagem? São vários modelos, tamanhos, materiais e fica sempre aquela dúvida sobre qual é a melhor. Você pode até fazer uma troca de casa, mas suas roupas e objetos pessoais também fazem parte da viagem e seguem junto. Há quem viaje com muito e tem que seja minimalista: é só separar a roupa e pegar avião. Seja qual for seu perfil, uma mala é sempre um artigo de primeira necessidade na hora de fechar a casa e colocar pé na estrada. Neste post, a BeLocal dá 7 dicas para você escolher a melhor mala para sua viagem de acordo com seu perfil.

bolsas couroDepois do post Viajar sem gastar muito dinheiro? Para a realização do cadastro e uso dos serviços oferecidos no SITE é indispensável a leitura e aceitação do TERMO e demais políticas do SITE aqui referenciadas. Qualquer Usuário, conforme definido abaixo, que pretenda utilizar os serviços do SITE, deverá se certificar de haver entendido e aceitar todos os termos aqui estabelecidos, assim como nos demais documentos incorporados aos mesmos por referência, antes de seu cadastro.

Viajei a NY recentemente com esposa e filho e levamos apenas malas de cabine. Tínhamos trechos nacionais separados e com isso não teríamos a franquia estendida. Só na volta é que compramos malas baratas pra trazer as compras. Mas ao embarcar pra NY ficamos preocupados porquê funcionário da companhia aérea americana nos alertou que viajar com bagagem incompatível com tempo de viagem (21 dias lá) poderíamos ter que, eventualmente, se explicar na imigração. Mas deu tudo certo.

Eu, particularmente, prefiro as rígidas, pois protegem mais as peças que possam quebrar. Além disso, quando volto de viagem com alguma coisa frágil, eu peço para que embrulhem muito bem com plástico bolha e coloco enroladas nas roupas. Os aparelhos eletrônicos vão sempre na minha mala de mão para não corrermos riscos de extraviar ou quebrar.

Alguns detalhes podem ser decisivos para a escolha de um modelo de mala. A aparência é uma delas. Opte por uma cor que tenha mais a ver com sua personalidade e, se for para uso de toda a família, cuidado com as estampas, pois elas precisam combinar com todos os membros. Apesar de práticas e discretas, as malas pretas são alvos de furtos em aeroportos e, se essa for a sua escolha, identifique sua bagagem com fita, chaveiro ou adesivo colorido.

Você também pode começar organizando suas peças curingas, ou seja, montando looks com roupas que se adaptam a qualquer situação. Pode ser aquela calça jeans despojada favorita, uma jaqueta jeans, camisetas com cores neutras, etc. bom é sempre colocar as peças expostas em cima da cama ou de uma mesa, para você escolher e montar estilo que prefere.

É mochilão que realmente vai substituir sua mala. Existem mochilões de diversos tamanhos, qualidades e finalidades. Dependendo da sua viagem não é extremamente necessário investir em um mochilão caro, mas para viagens longas ou que exijam deslocamentos maiores com a mochila nas costas, é extremamente recomendável investir em um equipamento de qualidade.

Além de como fazer uma mala viagem média verona de viagem, a bagagem de mão deve ser igualmente pensada nos mínimos detalhes, completando-a com itens úteis e funcionais. Uma bolsa menor deve abrigar os itens mais importantes. Como a maioria das companhias aéreas permite uma bolsa pequena e uma média na bagagem de mão, evite colocar na bolsa maior coisas que você vai querer usar durante voo para evitar ficar de pé procurando suas coisas no bagageiro. Por isso, coloque na bolsa de mão hidratante, uma pequena nécessaire com maquiagem, agasalho, pois no voo costuma ser frio, óculos, livro e aparelhos eletrônicos para garantir que não se percam junto com a bagagem, caso aconteça. Saber como fazer uma mala de viagem depende muito mais de organização do que de regras.

Com a roda 360º, você não precisa puxá-la, ela simplesmente vai te acompanhar. Com as rodas fixas, além de você ficar muito mais cansada, não consegue andar na mesma velocidade que andaria sem a mala e subir uma simples rampa se transforma em uma missão bem mais complicada.

Tendo em conta essa minha posição, selecionei alguns modelos de uma marca que não deixa ninguém ficar mal - a Samsonite Os modelos da primeira fila são de cabine, ou seja, com dimensões reduzidas, enquanto que as da fila inferior são malas de porão.

Mas definitivamente, em viagens longas viajar de mochila é a melhor opção. Além de facilitar nos deslocamentos, viajante pode iniciar a viagem com pouco volume e peso nas costas e ir adaptando a mochila na medida que faz compras e, por incrível que pareça, tudo acaba cabendo dentro da mochila, já da mala nem sempre. Você vai ter certeza que fez a escolha certa em viajar de mochila quando estiver em uma estação metrô lotada, cheia de escadas, carregando tranquilamente sua mochila nas costas e ver ao seu lado alguém sofrendo para carregar uma mala de rodinhas ou quando tiver que andar por ruas e mais ruas procurando hostel em que você vai se hospedar.