Comentários do leitor

Moradores Da Minha Estante

por Bianca Lima (2018-06-19)


A grande vantagem de utilizar prateleiras é a possibilidade de adicionar novas — sem estragar a composição — sempre que sua coleção aumentar e precisar de mais espaço. No entanto, muitas vezes há a necessidade de furar as paredes para instalar as prateleiras, que pode não ser tão prático.

diário de Anne Frank foi publicado pela primeira vez em 1947 e faz parte do cânone literário do Holocausto. E agora, pela primeira vez, vem à luz esta edição em quadrinhos. roteirista e diretor cinematográfico Ari Folman e ilustrador David Polonsky demonstram com essa adaptação a dimensão e a genialidade literárias da jovem autora. Eles tornam visual, contemporâneo documento histórico de Anne Frank e traduzem contexto da época no qual foi escrito. Baseada na edição definitiva do diário, autorizada por Otto Frank, pai de Anne, esta versão em quadrinhos torna tangível destino dos oito habitantes do Anexo durante seus dias no esconderijo.

É com satisfação que a Livraria Cultura anuncia a compra da plataforma online Estante Virtual, líder em marketplace de livros na América Latina. A aquisição desta empresa de e-commerce, com 4 milhões de clientes cadastrados e 17,5 milhões de livros vendidos, vem ao encontro do atual movimento de expansão da Livraria Cultura, iniciado com a aquisição da Fnac no Brasil, em julho de 2017.

Quando a coleção era pequena, de no máximo uns 200 exemplares, eu fazia pilhas com os títulos, uma pilha para cada, algumas prateleiras para cada tipo ou editora. Mas com as revistas atingindo número de 3 mil já começou a ficar mais difícil, então dou prioridade para as mais vistosas e mais acessadas ficarem mais à vista nas estantes, resto fica em armários fechados ou em caixas.

Nome: Fazendo meu filme em quadrinhos: Antes do filme começar. - Case acrílico: constitui uma ótima opção para bonecos loose, por ser em forma cilindrica e transparente, com uma base preta, permitindo que boneco fique bem protegido e em posição de pé. Para que boneco fique melhor acondicionado ideal é utilizar este case juntamente com stands circulares. Como desvantagens vale ressaltar que não é possivel utilizar stands retangulares devido ao pequeno diâmentro. Eventualmente também algum acessório pode não caber dentro do case com boneco. Outra desvantagem é custo, esses cases tem um custo relativamente alto por peça, inviabilizando a compra de muitas peças. Mas ainda é vantajoso para guardar aquela rara figura loose, de forma a proteger sua coleção.

Dito isso, é possível chegar à conclusão de que talvez público das revistas esteja sendo perdido, graças a uma nova forma de consumir as histórias em quadrinhos? Talvez. Creio que isso seja um problema da geração atual, que tem como hino imediatismo.

Essa semana eu tava afim de mudar a organização da minha prateleira e fiquei super em dúvida de qual opção escolher. Pensando nisso eu decidi compartilhar as opções com vocês e deixar como dica para quem também está nessa fase de organização da estante.

Me senti representadíssimo kkk. No meu caso, além dos quadrinhos, que mesmo sendo artista não coleciono tanto assim, Minha coleção é de filmes clássicos e recentes. Essa semana eu me desfiz de mais de 200 títulos, entre formatinhos e encadernados, que eu não leria mais e estavam acumulando por não ter onde guardar.

A programação ainda inclui oficinas de roteiro, desenho e animação, exibições audiovisuais, concurso de cosplay, lançamento de títulos, debates e palestras. Além dos potiguares Luiz Elson, Wendell Cavalcanti, Wanderline Freitas e Lula Borges, nomes conhecidos no universo das HQs também marcam presença na FLiQ: José Aguiar, ilustrador, roteirista e editor paranaense que vem à Natal lançar a novela gráfica Vigor Mortis Comics"; a cartunista e desenhista paulista Spacca, autor de ‘graphic novel e livros em HQ com personagens históricos; artista plástico paraense João Henrique Lopes (que falará sobre mangá) e cearense Geraldo Borges, desenhista da DC Comics responsável pelos traços do Lanterna Verde e Mulher Maravilha; e autor paulista Rafael Coutinho.

Guardadas as comparações, poderia ser um armário de quadrinhos com diferentes nichos e prateleiras ocupando este mesmo espaço. Me despeço aqui, e quem tiver dúvidas em relação à matéria pode fazer os comentários aqui no blog. A medida que Leo for liberando-os, eu tentarei responder às dúvidas mais pertinentes e dar outros conselhos.

Dentro de um armário é comum que sua coleção fique em um local fechado por muito tempo (sem luz), que não é bom, porque evita que papel consiga respirar" e pode aumentar a incidência de insetos. Uma solução é que de vez em quando armário passe um tempo aberto para ventilar. Deixar um umidificador no local também é uma boa ideia, e se você não ligar para cheiro, use pedras de naftalina para espantar pragas.

Afinal, reunir em uma única coleção as cerca de 500 HQs escritas e desenhadas por Carl Barks - Homem dos Patos", criador do Tio Patinhas e celebrado em todo mundo como maior quadrinhista Disney de todos os tempos -, com tanto apuro gráfico e editorial, foi um presente tão inesperado quanto valioso para os fãs brasileiros, até então acostumados a ver apenas leitores de outros países serem brindados com publicações desse naipe.