Comentários do leitor

Consumir é Poder

por João Murilo Lima (2018-05-03)


Ingerir em exagero alimentos que contenham glúten pode conduzir a inflamações no intestino
Flatulência (gases)
Helena Coutinho disse
Molho de queijo
Leite de cabra
Exagero de gases ou flatulência
Diarreias causadas por gastroenterite viral
Queijos processados e naturais

suplementos alimentaresOs resultados, que acabam de ser publicados pela revista Nature Genetics, revelaram a presença de três mutações distintas no mesmo fragmento da molécula de DNA em que acontece aquela diagnosticada nos europeus do norte. Em seus portadores, a ingestão de leite era acompanhada por acrescento das taxas de açúcar no sangue, amostra indireta da inteligência de digerir lactose. As mutações descritas foram detectadas em frequências variáveis nos africanos testados; a maioria deles apresentava somente uma, entretanto outros chegavam a ter duas e até já as 3. Por intermédio de técnicas de observação comparativa de DNA, os geneticistas calcularam que essas variações surgiram no continente africano num tempo de 3.000 a sete.000 anos atrás. Seus portadores levaram tanta vantagem nutricional e reprodutiva que elas se disseminaram rapidamente na população, no melhor estilo darwinista. Café, chocolate e leite em pó (com lactase). Tem oitenta e quatro calorias, 14 g de carboidrato, dois,quatro g de proteína e 1,9 g de gordura em dois colheres (sopa). Bebida com amêndoa, tâmara, cacau e pimenta-caiena. A garrafinha (320 ml) reúne 224 calorias, 21 g de carboidrato, 2,quatro g de proteína e cinco,dois g de gordura.

Até neste momento as enzimas da comida não param até que o nível ácido se torne proibitivo. Como se pode declarar as enzimasconseguem suportar ambientes bem mais vezes ácidos do que neutros. Diversos animais tem até o que se pode chamar de compartimentos de pré digestão enzimática onde a comida se digere a si própria. É o caso de certos macacos e roedores com as suas bolsas nas bochechas, os buchos de muitas espécies de pássaros, e os primeiros estômagos de golfinhos, baleias, etc.. Quando os pássaros comem sementes ou grãos de cereais, estes ficam no bucho entre 8 a 12 horas. A tireoide descobre-se no pescoço, estando apoiada sobre isto as cartilagens da laringe e da traqueia; ela produz o hormônio adrenocorticotrófico (ACTH), o hormônio estimulante da tireoide (TSH) e o hormônio do avanço (GH). A ocitocina é secretada em quantidades moderadas durante toda a gravidez, diminuindo os seus níveis nas últimas semanas e cessando durante o parto, promovendo desta forma a contração do útero. 14. (UFTM) Ao longo da amamentação, algumas glândulas participam para que exista a produção e secreção do leite materno.

Só que aí novos concorrentes quiseram entrar nesse nicho de mercado, e para se diferenciar lançaram o zero. E aí pronto: os de 90 por cento saem de linha e viram zero assim como. De acordo com o Jaime, a indústria faz testes em demonstrações de leite neste momento envasado antes de enviar os lotes ao comércio pra se certificar de que o leite está seguro pro consumo e concretamente isento de lactose. Antes de descobrir o Jaime, que me explicou tudo isto, eu procurei o SAC de um dos fabricantes.

Diarreias causadas por gastroenterite viral Se tiver náusea, cólica, inchaço, gases ou diarréia após comer leite ou derivados de leite, talvez você tenha intolerância à lactose, que é uma reação ao consumo de laticínios. O Instituto Nacional de Diabetes e de Doenças Digestivas e dos Rins relata que entre trinta milhões e cinquenta milhões de norte-americanos têm intolerância à lactose. Segundo o livro The Sensitive Gut (O Sensível Aparelho Digestivo), publicado na Universidade de Medicina de Harvard, estima-se que até 70% da população mundial tem algum tipo de problema com a lactose. Um deles é avaliar como os nossos genes se "comportam" em ligação aos nutrientes que obtemos pela alimentação. Na ciência, as evidências sobre isto as interações entre sentença gênica e dieta são conhecidas pelos exemplos clássicos da intolerância à lactose e da fenilcetonúria, duas condições clínicas relacionadas a manejos suplementos alimentares específicos. No primeiro caso, foram descritas mutações no gene da lactase, a enzima de hidrolisa o açúcar presente no leite e derivados (lactose) em glicose e galactose. No caso da fenilcetonúria, a deficiência genética da enzima fenilalanina-hidroxilase é responsável por transformações mentais e convulsões.

Eu fiz 3 testes muito satisfatórios. No primeiro dia, comi uma tapioca com manteiga (coisa leve) e não tive nenhuma reação. Dois dias depois, experimentei um bombom recheado com morango. Do mesmo jeito não tive nada. Por último, comi dois pedaços de torta com cobertura. Pra não relatar que não tive nada, senti um leve inchaço, extremamente sutil, e inteiramente suportável. Em resumo: o remédio é a solução para todos os nosso dificuldades! Claro que precisa ser administrado com cuidado e moderação. Se for comer qualquer coisa com muita lactose, deve-se tomar dois tabletes. Os produtos com maior concentração de lactase é o Wallgreen's Lactose Fast Relief e o Lactaid Fast Act. Infelizmente eles não são comercializados no Brasil e a única maneira é arrumar alguém pra carregar. E o melhor: são baratos!