Comentários do leitor

Relógios Masculinos Importados E Suas Réplicas

por Sergio Amaral (2018-11-30)


A obra graciliânica, produzida na primeira metade do século XX, revela um grande potencial como documento, não apenas por referir-se a uma determinada época, ou a acontecimentos fundamentais na história brasileira, mas por traçar retrato de uma sociedade representada por homens, mulheres e crianças, brancos e negros, ricos e pobres, letrados e iletrados.

Ambos os sexo podem participar ativamente das tendências atuais, porém quando se trata apenas do homem, esta questão é tratada de forma pejorativa, pois durante muito tempo a moda era apenas relogio masculino barato um assunto ligado exclusivamente às mulheres e aos homossexuais, e hoje, apesar da evolução e ascensão do modo como meio social se preocupa com sua aparência, ainda existe esse preconceito.

Para se ter uma idéia, já naquela época se copiava” estilo, ou seja, era comum as criadas copiarem” as roupas usadas pelas patroas. E, além disso, tema, a estação e as tendências permitem uma gama enorme de possibilidades para criação, seja na modelagem, nos elementos, nas formas e nas cores.

É inegável valor que tem representado corpo no papel de marcador de identidades e representações identitárias na contemporaneidade, notadamente corpo feminino que ocupa ainda hoje um lugar de destaque na indústria cultural, seja da moda, publicitária ou cinematográfica.

A internet, a cultura do "tudo de forma fácil e ágil", a síndrome do "copiar e colar", que de repente até parece piegas mas copiam-se que nós vemos e colamo-os em nossas vidas; tudo isso baseado em um padrão importado.então vamos valorizar a nossa cultura, a beleza de nossas as gordinhas,magrinhas,negras, altas e baixas e lembrem-se mulheres ;vocês se incomodam mais com a opinião das outras mulheres, por que nós homens não estamos nem aí para celulite,estrias, gordura localizada e etc,e outra;revista masculina e de moda usam photoshop e televisão tem maquiagem,na minha humilde opinião de que é fã da mulher e de mulher,a mulheres perfeitas são aquelas que estão ao nosso lado ,no dia a dia nos aturando,nos dando força e principalmente exercendo seu mais primoroso papel:ser mulher!

Aos poucos, à medida que a Primeira Guerra Mundial ia se aproximando, preocupações mais sérias foram surgindo, e aceleraram fim da Era Dourada” e de seus estilos de vida e moda ostentosos. Sua intenção era libertar a mulher das vestimentas pesadas e incômodas, facilitando dia-a-dia daquelas que começavam a entrar no mercado de trabalho.

Assim a marca propõe ao consumidor uma confiança de estilo que deixa fixa a identidade. Portanto, a moda, relacionada ao atual cenário em transformação, torna-se peça fundamental na construção de identidades provisórias, assim como as imagens veiculadas pelas campanhas publicitárias, se tornaram mercadorias.

Era e é, a vergonha de exibir corpo nu. Sendo assim, Flügel aponta a dicotomia em que vivemos: temos um corpo, que precisa e quer exiber-se, mas ao mesmo tempo sente pudor ( que muitas vezes é algo imposto pela sociedade, como foi durante décadas ao longo da História da Moda ).