Comentários do leitor

Treze Ideias De Destinos Para Dar no pé Da Bagunça Do Carnaval

por Davi Ramos (2018-05-31)


Difícil perceber uma pessoa que usa esse espaço para digitar: "Quando existe alguém que guerra pelos direitos dos pobres e oprimidos, querem tomar do caminho de cada jeito". É lamentável, como leitor e assinante desse jornal, tal absurdo. Em que universo vive esse ser? Infelizmente temos diversos outros "brasileiros cegos" como ele que acreditam no "ome" e vivem alheios à nossa realidade. A defesa do deputado Jorge Picciani entrou com pedido de "prisão domiciliar", alegando dificuldades graves de saúde. Será que Picciani se cansou da formosa decoração pela "suíte de motel" encontrada pela penitenciária em que estão presos os corruptos da Lava Jato e quer curtir teu novo casamento na serenidade do lar? Sou engenheiro aposentado e desde minha infância, que já vai distanciado, ouvia relatar que o Brasil seria a nação do futuro. Vemos a corrupção e a criminalidade atingirem limites nunca antes imaginados e aqueles que se empenham em apequenar essa catástrofe são bastante poucos em ligação à massa indiferente. Desde a penúltima sexta-feira, 4 de março, no momento em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi conduzido para depor em São Paulo, o juiz Sérgio Moro passou a caminhar sob proteção policial 24 horas por dia. A escolta do juiz responsável pelos inquéritos da Lava Jato agora havia sido oferecida várias vezes pela Polícia Federal, porém a todo o momento foi recusada por Moro que alegava que não havia nenhuma ameaça concreta a ele. Isto até ele assinar a condução coercitiva do ex-presidente, que incendiou a militância e levou Moro a sofrer ameaças de morte pela internet, com agressores agora identificados. Para doar proteção a Moro, a PF ofertou cinco agentes e um veículo, teoricamente blindado.

curitiba99POP: saiba tudo a respeito do serviço
São Caetano do Sul
Saco a Vácuo
Número de quartos 1 quarto 2 quartos três quartos 4 quartos cinco quartos 6 ou mais quartos
2 Cartel no MMA
Manutenção Automotiva

No esquema Lava Jato, os doleiros ou seus cúmplices provavalmente estabelecem empresas de fachada de importação e exportação para movimentar volumes maiores de dinheiro, segundo documentos judiciais. Em resposta enviada por e-mail o Citigroup preferiu não comentar o questão. O Itaú argumentou que cumpre os requisitos de conformidade determinados e que irá favorecer com as investigações.
Centro Cívico (6)
quatrorze José de Amorim Pereira (ARENA) 1970 8 de julho de 1970
nove Ligações externas
trinta - Fim do evento
Bogotá - Colômbia zoom_out_map
dois Figurinhas do ICM do Paraná

No futebol, o curitibano é um grande apaixonado. Os jogos do Atlético Paranaense, do Coritiba e do Paraná, são um espetáculo colorido. O Batel, um dos bairros mais nobres da cidade que conta com quatro shopping centers, é o point para que pessoas gosta de uma pista de dança. Agora no Largo da Ordem está o Schwarzwald, chamado de o Botequim do Alemão, fundado cartão postal de pneu michelin curitiba.

O caso da libertação do empresário Jacob Barata Filho beira as raias do absurdo. Sempre que seus pares do Supremo não resolverem reagir contra esse mequetrefe, as coisas não irão modificar. O único ministro que se contrapõe a esse representante das forças corruptas que dominam esse Nação é o ministro Luiz Roberto Barroso, pessoa digna de todo respeito. A Google anunciou nessa quinta-feira (quinze) uma novidade pra sua plataforma Maps. Nesta ocasião, usuários de cadeiras rodas que precisam de adaptações pela mobilidade urbana podem mencionar com o mapeamento de regiões que têm acessibilidade. O novo processo assim como facilita os rumos de quem utiliza muletas, próteses ou carrinhos de menino. A nova opção, que a princípio só está acessível em Londres, Tóquio, Cidade do México, Boston e Sidney, aparece logo abaixo da opção "Rotas" após o usuário introduzir um endereço no Google Maps. A iniciativa da Google chega alguns meses depois da companhia introduzir na plataforma várias imagens internas de estações de transporte público, como terminais de trem, para que as pessoas possam supervisionar uma prévia do que vão localizar pelo trajeto.

A designer Talissa Scarpin e os estudantes Leandro Schvitaicky, Marina Marterer e Paula Vieira não esqueceram a sustentabilidade. Uma das paredes é revestida com lona de caminhão reaproveitada e o inusitado cabideiro foi feito com um tronco de árvore achado na estrada. Suíte do Apartamento Compacto. Pra proporcionar o conforto e elegância da suíte do casal, os profissionais Diego Miranda e Zeh Pantarolli tiveram de lançar mão de artifícios para desfrutar o pequeno espaço de vinte m². Além das conhecidas técnicas do emprego da cor branca e dos espelhos pra oferecer amplitude ao lugar, eles também tiveram idéias mais inovadoras. As mesas de cabeceira e luminárias ficam presas à parede, liberando espaço no chão. A base da cama é feita do reúso de pallets, encaixados de modo a desenvolver um irão que serve para guardar equipamentos. Seguindo essa linha da sustentabilidade, outros materiais foram reaproveitados no lugar: as gavetas do montado-mudo são de caixas de verduras e a luminária foi feita de potes de conserva.