TRATAMENTO DO DEJETO DE SUÍNO POR BIODIGESTÃO ANAERÓBIA

Adriano Adelson Costa, Francisco Rafael Martins Soto

Resumo


A suinocultura é uma atividade econômica de destaque no agronegócio brasileiro. Entretanto, a geração de efluentes em grande quantidade com potencial de poluição elevado caracteriza um obstáculo para o crescimento desta atividade. Diante deste cenário, este trabalho objetivou contextualizar a importância ambiental, econômica e sanitária do tratamento das dejeções suinícolas e descrever a tecnologia da biodigestão anaeróbia aplicada neste âmbito. A adoção da biodigestão anaeróbia se apresenta como uma alternativa eficiente para o tratamento destes dejetos. O uso de biodigestores promove um ambiente com condições anaeróbias que possibilita o desenvolvimento de bactérias hidrolíticas, acidogênicas, acetogênicas e metanogênicas que promovem a degradação da matéria orgânica e a reciclagem de nutrientes culminando na geração de subprodutos de valor agregado: biogás e biofertilizante, com desdobramentos ambientais, sanitários, econômicos e sociais positivos.

Palavras-chave


Biodigestores; Bioenergia; Biofertilizante; Gases de efeito estufa; Suinocultura.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9168.2018v11n3p801-823

Revista em Agronegócio e Meio Ambiente


Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 2176-9168 On-line
ISSN 1981-9951 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.