DENSIDADE POPULACIONAL, ESPAÇAMENTO E ADUBAÇÃO NITROGENADA NA SEMEADURA DE MILHO DE SEGUNDA SAFRA

Tiago Zoz, Maria do Carmo Lana, Fábio Steiner, André Zoz, Jardel Zoz, Alan Mario Zuffo

Resumo


A adequada distribuição das plantas e a adubação nitrogenada são práticas de manejo que afetam a produtividade do milho. Para o cultivo de milho segunda safra são necessárias informações quanto à resposta do arranjo das plantas à adubação nitrogenada. Sendo assim, o objetivo desse trabalho foi avaliar a interação entre densidade populacional, espaçamento entrelinhas e aplicação de nitrogênio (N) em semeadura na cultura do milho de segunda safra, cultivado em sistema de semeadura direta. O delineamento experimental empregado foi de blocos ao acaso, dispostos em parcelas subsubdivididas, com quatro repetições. Nas parcelas foram alocadas as densidades populacionais (60.000 e 75.000 plantas ha-1); nas subparcelas os três espaçamentos entrelinhas (0,40; 0,60 e 0,80 m) e nas subsubparcelas foram aplicadas quatro doses de N (20, 35, 50 e 65 kg ha-1) em semeadura. A adubação de cobertura foi realizada aplicando-se 100 kg ha-1 de N para todos os tratamentos na forma de ureia. Independentemente da dose de N, a densidade populacional de 60.000 plantas ha-1 e o espaçamento entrelinhas de 0,40 m proporcionaram maior produtividade de grãos de milho segunda safra. Maior número de grãos/espiga, número de fileiras/espiga, comprimento de espiga, massa de cem grãos e produtividade de grãos de milho segunda safra são verificados na dose de 65 kg ha-1 de N na semeadura.

Palavras-chave


Arranjo espacial; Nitrogênio; Produtividade; Zea mays

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, M. L.; MEROTTO JUNIOR, A.; SANGOI, I.; ENDER, M.; GUIDOLIN, H. F. Incremento da densidade de plantas, uma alternativa para aumentar o rendimento de grãos de milho em regiões de curta estação de crescimento. Ciência Rural, v. 30, n. 1, p. 23-29, 2000. Disponível em:

AMARAL FILHO, J. P. R.; FORNASIERI FILHO, D.; FARINELLI, R.; BARBOSA, J. C. Espaçamento, densidade populacional e adubação nitrogenada na cultura do milho. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 29, p. 467-473, 2005. Disponível em: . Acesso em: 23 maio 2017.

ANDRADE, F. R.; PETTER, F. A.; NÓBREGA, J. C. A.; PACHECO, L. P.; ZUFFO, A. M. Desempenho agronômico do milho a doses e épocas de aplicação de nitrogênio no Cerrado piauiense. Revista de Ciências Agrárias, v. 57, n. 4, p. 358-366, 2014. Disponível em: . Acesso em: 15 fev. 2017.

BRASIL, Ministério da Agricultura e Reforma Agrária. Regras para análise de sementes. Brasília, Secretaria Nacional de Defesa Agropecuária, 2009, 398p.

BORGHI, E.; CRUSCIOL, C. A. C. Produtividade de milho, espaçamento e modalidade de consorciação com Brachiaria brizantha em sistema plantio direto. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 42, n. 2, p. 163-171, 2007. Disponível em: . Acesso em: 12 fev. 2017.

CASAGRANDE, J. R R.; FORNASIERI FILHO, D. Adubação nitrogenada na cultura do milho safrinha. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 37, n. 1, p. 33-40, 2002. Disponível em: . Acesso em: 12 maio 2017.

COELHO, A. M.; FRANÇA, G. E.; BAHIA FILHO, A. F. C.; GUEDES, G. A. A. Balanço de nitrogênio (15N) em um Latossolo Vermelho-Escuro, sob vegetação de cerrado, cultivado com milho. Revista Brasileira de Ciências do Solo, v. 15, n. 2, p. 187-193, 1991.

CONAB - Companhia Nacional De Abastecimento. Grãos, safras 2015/2016, 5º Levantamento,. Acesso em: 25 fev. 2016.

DEPARIS, G. A.; LANA, M. C.; FRANDOLOSO, J. F. Espaçamento e adubação nitrogenada e potássica em cobertura na cultura do milho. Acta Scientiarum Agronomy, v. 29, n. 4, p. 517-525, 2007. Disponível em: . Acesso em: abr. 2017.

EMBRAPA. Empresa Brasileira De Pesquisa Agropecuária. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. 3 ed. Brasília: Embrapa Solos, 2013. 353p.

ERNANI, P. R.; SANGOI, L.; LECH, V. A.; RAMPAZZO, C. A forma de aplicação da uréia e dos resíduos vegetais afeta a disponibilidade de nitrogênio. Ciência Rural, v. 35, n. 2, p. 360-365, 2005. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2017.

GILO, E. G.; SILVA JUNIOR, C. A.; TORRES, F. E.; NASCIMENTO, E. S.; LOURENÇÃO, A. S. Compor¬tamento de híbridos de milho no Cerrado Sul-Mato-Grossense, sob diferentes espaçamentos entre linhas. Bioscience Journal, v. 27, n. 6, p. 908-914, 2011. Disponível em: . Acesso em: 23 maio 2017.

GONZALES ALTUNA, J. G. Milho Safrinha: cultivares, adubação e épocas de semeadura. UFLA. Lavras, Brasil. 57 pp, 2000.

JAKELAITIS, A.; SILVA, A. A.; FERREIRA, L. R. Efeitos do nitrogênio sobre o milho cultivado em consórcio com Brachiaria brizantha. Acta Scientiarum Agronomy, v. 27, n. 1, p. 39- 46, 2005. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2017.

LANA, M. C.; WOYTICHOSKI JUNIOR, P. P.; BRACCINI, A. L.; SCAPIM, C. A.; ÁVILA, M. R.; ALBRECHT, L. P. Arranjo espacial e adubação nitrogenada em cobertura na cultura do milho. Acta Scientiarum Agronomy, v. 31, n. 3, p. 433-438, 2009. Disponível em: . 23 maio 2017.

MALAVOLTA, E.; VITTI, G. C.; OLIVEIRA, A. S. Avaliação do estado nutricional das plantas: princípios e aplicações. 2ed. Associação Brasileira para a pesquisa da Potassa e do Fosfato, Piracicaba, Brasil. 319 pp, 1997.

MAR, G. D.; MARCHETTI, M. E.; SOUZA, L. C. F.; GONÇALVES, M. C.; NOVELINO, J. O. Produção do milho safrinha em função de doses e épocas de aplicação de nitrogênio. Bragantia, v. 62, n. 2, p. 267-274, 2003. Disponível em: . Acesso em: 12 fev. 2017.

MELGAR, R. J.; SMITH, T. J.; CRAVO, M. S.; SÁNCHEZ, P. A. Doses e épocas de aplicação de fertilizantes nitrogenado para milho em Latossolo da Amazônia Central. Revista Brasileira de Ciências do Solo, v. 15, p. 289-296, 1991.

MOLIN, R. Espaçamento entre linhas de semeadura na cultura de milho. Fundação ABC para Assistência e Divulgação Técnica Agropecuária. Castro, Brasil. 1-2 pp. 2000.

NASCIMENTO, E. S.; GILO, E. G.; TORRES, F. E.; SILVA JÚNIOR, C. A.; OLIVEIRA, L. V. A.; LOURENÇÃO, A. S. Resposta de híbridos de milho a diferentes espaçamentos entre linhas. Nucleus, v. 9, p. 131-140, 2012. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2017.

PENARIOL, F. G.; FORNASIERI FILHO, D.; COICEV, L.; BORDIN, L.; FARINELLI, R. Comportamento de cultivares de milho semeadas em diferentes espaçamentos entre linhas e densidades populacionais, na safrinha. Revista Brasileira de Milho Sorgo, v. 2, n. 2, p. 52-60, 2003. Disponível em: . Acesso em: 12 fev. 2017.

PEREIRA, J. L. A. R.; VON PINHO, R. G.; BORGES, I. D.; PEREIRA, A. M. A. R.; LIMA, T. G. Cultivares, doses de fertilizantes e densidades de semeadura no cultivo de milho safrinha. Ciência Agrotecnica, v. 33, n. 3, p. 676-683, 2009. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2017.

SANGOI, L.; ALMEIDA, M. L.; SILVA, P. R. F.; ARGENTA, G. Bases morfofisiológicas para maior tolerância dos híbridos modernos de milho a altas densidades de plantas. Bragantia, v. 61, n. 2, p. 101-110, 2002. Disponível em: . Acesso em: 23 maio 2017.

SHIOGA, O. S.; OLIVEIRA, E. L.; GERAGE, A. C. Densidade de plantas e adubação nitrogenada em milho cultivado na safrinha. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, v. 3, n. 3, p. 381-390, 2004. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2017.

SILVA, E. C.; BUZETTI, S.; GUIMARÃES, G. L.; LAZARINI, E.; SÁ, M. E. Doses e épocas de aplicação de nitrogênio na cultura do milho em plantio direto sobre Latossolo Vermelho. Revista Brasileira de Ciências do Solo, v. 29, p. 353-362, 2005. Disponível em: . Acesso em 10 maio 2017.

VILHEGAS, A. G. C.; VIDIGAL FILHO, O. S.; SCAPIM, C. A.; VIDIGAL, M. C. G.; BRACCINI, A. L.; SAGRILO, E. Efeito de épocas de semeadura e estabilidade de híbridos de milho em plantios de safrinha no noroeste do Paraná. Bragantia, v. 60, n. 1, p. 45-51, 2001. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9168.2019v12n1p103-125

Revista em Agronegócio e Meio Ambiente


Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 2176-9168 On-line
ISSN 1981-9951 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.