ANÁLISE DA RENDA AGRÍCOLA DOS AGRICULTORES EM UM MUNICÍPIO NA REGIÃO DO MÉDIO PARANAPANEMA

Vinícius Rafael Bianchi, Leonardo de Barros Pinto, Sandra Cristina de Oliveira

Resumo


O principal objetivo deste trabalho foi analisar a renda agrícola dos agricultores do município de Palmital (SP), localizado na região do Médio Paranapanema. Por meio de análise estatística multivariada (modelo de regressão múltiplo) identificou-se os fatores que interferem positiva ou negativamente na renda agrícola dos agricultores. Os dados foram coletados por meio de um formulário de pesquisa aplicado a uma amostra de agricultores estratificada, proporcional à condição do estabelecimento rural (familiares e patronais), dados correspondentes ao período de agosto de 2013 a julho de 2015. Destaca-se que este trabalho possui caráter interdisciplinar, abordando aspectos qualitativos e quantitativos, cuja análise estatística trabalhou com quarenta e nove variáveis destacando-se os sistemas de produção encontrados. Tal análise permitiu identificar as variáveis que mais afetam positiva ou negativamente a renda agrícola destes agricultores. Como resultado, observou-se que há indícios de que a diversidade dos sistemas de produção melhora a renda dos agricultores familiares, podendo significar que o aumento de um desses sistemas, ou seja, a atribuição do mesmo a mais áreas, poderá contribuir positivamente à renda agrícola destes agricultores. Em relação aos agricultores patronais, identificou-se que variáveis como tamanho da área e produção por hectare foram fundamentais para a renda agrícola destes agricultores no município estudado.

Palavras-chave


Agricultura familiar; Agricultura patronal; Análise estatística; Interdisciplinaridade; Renda.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMOVAY, R. O futuro das regiões rurais. Porto Alegre: Ed. da UFRGS, 2010.

ALTAFIN, I. Reflexões sobre o conceito de agricultura familiar: conteúdo aplicado durante o 3º módulo do curso regional de formação político-sindical da região nordeste 2007. Disponível em: http://mstemdados.org/sites/default/files/Reflex%C3%B5es%20sobre%20o%20conceito%20de%20agricultura%20familiar%20-%20Iara%20Altafin%20-%202007_0.pdf. Acesso em: 5 set. 2014.

ÁREA de PD está dobrando em São Paulo. Plantio Direto, p. 65-67, jun. 2000.

BUAINAIN, A. M.; ALVES, E.; SILVEIRA, J. M.; ZANDE, R. N. O mundo rural no Brasil do século 21: a formação de um novo padrão agrário e Agrícola. Brasília: Embrapa. 2014.

CEPEA. PIB do agronegócio brasileiro. Disponível em: http://www.cepea.esalq.usp.br/br/pib-do-agronegocio-brasileiro.aspx. Acesso em: 2 mar. 2017.

DELGADO, G. C.; BERGAMASCO, S. M. P. P. (org.). Agricultura familiar brasileira: desafios e perspectivas de futuro. Brasília: SEAF, 2017.

DELGADO, N. Agronegócio e agricultura familiar no Brasil: desafios para a transformação democrática do meio rural. Novos Cadernos NAEA, Belém, v. 15, p. 85-129, 2012. Disponível em: http://www.periodicos.ufpa.br/index.php/ncn/article/viewArticle/868. Acesso em: 8 jun. 2017.

FURLANETO, F. de P. B.; KANTHACK, R. A. D.; BONISSONI, K. C. O agronegócio da mandioca na região paulista do Médio Paranapanema. Análise e Indicadores do Agronegócio, v. 1, n. 4, abr. 2006.

IBGE. Característica da população. 2012. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/ibgeteen/pesquisas/demograficas.html. Acesso em: 5 dez. 2016.

IBGE. Censo Agropecuário 2006. Disponível em: https://ww2.ibge.gov.br/home/estatistica/economia/agropecuaria/censoagro/2006_segunda_apuracao/default.shtm. Acesso em: 16 dez. 2016.

LEITE, S.; MEDEIROS, L. Agronegócio. In: CALDART, R. et al. (org.). Dicionário da educação do campo. Rio de Janeiro: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio; São Paulo: Expressão Popular, 2012.

LIMA, Arlindo P. de et al. Administração da unidade de produção familiar modalidade de trabalho com agricultores. 3. ed. Ijuí, RN: Unijuí, 2005.

MARTINS, G. A. M.; DOMINGUES, O. Estatística geral e aplicada. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2011. 662 p.

MOCHIUTI, J. C.; PINTO, L. de B.; OLIVEIRA, S. C.; MAGALHÃES, M. M. Estudo sobre a composição da renda e a lógica de funcionamento dos sistemas de produção agropecuários em Tupã-SP. Omnia Exatas, v. 4, n. 2, p. 77-86, 2011.

MONTGOMERY, D. C.; PECK, E. A.; VINING, G. G. Introduction to linear regression analysis. 5. ed. New York: John Wiley & Sons, 2012. 645 p.

NEVES, D. P. Agricultura familiar: quantos ancoradouros! Disponível em: http://www2.fct.unesp.br/nera/usorestrito/Agricultura_Familiar.pdf. Acesso em: 13 set. 2014.

NOGAMI, O. Economia. Curitiba: IESDE Brasil, 2012. 246 p.

NUNES, E. M. Reestruturação agrícola, instituições e desenvolvimento rural no nordeste: as dinâmicas regionais e a diversificação da agricultura familiar no Pólo Assu-Mossoró (RN). 2009. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Rural) - Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.

PINTO, L. de B. et al. Um estudo sobre a renda bruta de estabelecimentos rurais familiares de Municípios da Região Nova Alta Paulista, Estado de São Paulo, Brasil. Revista ESPACIOS, v. 37, n. 6, 2016.

SCHNEIDER, S. (org.). A diversidade da agricultura familiar. Porto Alegre: Ed. da Universidade UFRGS, 2006.

SCHNEIDER, S. A pluriatividade na agricultura familiar. 2. ed. Porto Alegre: Ed. da UFRGS, 2009.

SILVA, C. D. et al. Análise da rentabilidade de pequenas propriedades rurais. ANPAD, 2008. Disponível em: http://www.anpad.org.br/admin/pdf/GCT-D1195.pdf. Acesso em: 5 dez. 2016.

UDAETA, M. E. M. et al. Proposição para o interior paulista do planejamento integrado de recursos. São Paulo: GEPEA-USP, 2004.

VON BERTALANFFY, L. Teoria geral dos sistemas: fundamentos, desenvolvimento e aplicações. 7. ed. Petrópolis: Vozes, 2013.

ZYLBERSZTAJN, D.; NEVES, M. F.; NEVES, E. M. Agronegócio no Brasil. São Paulo: Saraiva, 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9168.2019v12n4p1541-1565

Revista em Agronegócio e Meio Ambiente


Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 2176-9168 On-line
ISSN 1981-9951 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.