<b>Agricultura Biodinâmica: Uma Forma de Autossustentabilidade das Propriedades Rurais

  • Elisete Dahmer Pfitscher Universidade Federal de Santa Catarina
  • Paulo Cesar Pfitscher Caixa Econômica Federal - CEF
  • Sandro Vieira Soares Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: Gestão, Agricultura Biodinâmica, Sustentabilidade.

Resumo

O desenvolvimento sustentável prioriza a qualidade de vida com o meio ambiente. Implementar a autossustentabilidade das pequenas propriedades rurais é uma nova tendência: trabalhar de forma participativa em cadeias produtivas inseridas em linhas de atuação de agropólos. Analisar as perspectivas do cultivo biodinâmico de arroz, como alternativa de sobrevivência das pequenas propriedades rurais. A pesquisa realiza-se em três fases distintas, a primeira, com entrevistas semiestruturadas, com profissionais ligados ao ramo, como pesquisadores da EMBRAPA, EPAGRI, entre outros; administradores de empresas envolvidas com o cultivo biodinâmico e empresas responsáveis pela distribuição dos produtos. A segunda, com o foco nas propriedades rurais, mobiliza vários atores: agricultores, produtores rurais e extensionistas, com intuito de verificar as empresas rurais que usam o método biodinâmico e a conscientização em usá-lo. A terceira fase compreende um estudo de caso de arroz ecológico. O cultivo biodinâmico é praticado com rizipiscicultura, agregando valor à propriedade. Aves e plantas também compõem este sistema de produção. Desta forma, o trabalho comprova que a agricultura biodinâmica tende a ser uma solução atual e futura de sobrevivência, conforme mostra o estudo de caso arroz ecológico, como também a melhoria da produtividade é alcançada com as novas tecnologias empregadas neste método de cultivo.

Biografia do Autor

Elisete Dahmer Pfitscher, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutora em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC; Docente do Mestrado em Contabilidade da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC; Docente em Ciências Contábeis da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC; Docente em Ciências Contábeis da Universidade Aberta do Brasil – UAB. E-mail: elisete@cse.ufsc.br
Paulo Cesar Pfitscher, Caixa Econômica Federal - CEF
Mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. E-mail: pdahmer@bol.com.br
Sandro Vieira Soares, Universidade Federal de Santa Catarina
Acadêmico de Ciências Contábeis na Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. E-mail: sandrovieira@grad.ufsc.br; sandrovieirasoares@hotmail.com
Publicado
2010-08-26
Seção
Agronegócio