<b>Microbacia do Igarapé do Gigante: Unidade de Planejamento para a Gestão da Bacia do Tarumã

  • Kellem Andrezza de Araújo Freitas Braga Centro Universitário de Ensino Superior do Amazonas - CIESA
  • Frederico Fonseca da Silva Instituto Federal do Paraná - IFPR
  • Valter Roberto Schaffrath Instituto Federal do Paraná - IFPR
Palavras-chave: Gestão dos Recursos, Hídricos, Microbacia do Gigante, Planejamento de Águas.

Resumo

A microbacia do igarapé do Gigante, localizada na porção sudoeste de Manaus (Amazonas - Brasil), constitui-se no principal tributário da macrobacia do Tarumã, considerado uma bacia hidrográfica mista, pois parte encontra-se na área urbana e parte na área rural. Este atributo poderia conferir condições ideais para uma melhor qualidade de vida às comunidades locais; no entanto, esta bacia tem sido tratada com descaso, ocasionando alterações ambientais significativas em todo o seu curso d’água. O objetivo principal desta pesquisa consiste em analisar a microbacia do Gigante enquanto unidade de planejamento para a gestão da bacia do Tarumã. Para tanto, o estudo fundamenta-se na revisão de literatura sobre o panorama dos recursos hídricos na sociedade contemporânea, analisando-os à luz da legislação e relacionando-os aos modelos de gestão existentes, tendo por finalidade nortear o estudo de caso sobre a microbacia do Gigante, com suas peculiaridades socioeconômicas e ambientais. Com isso identificaram-se alterações na qualidade das águas da microbacia, no uso e ocupação irregular do solo, na infraestrutura sanitária e nos remanescentes florestais. Por fim, concluiu-se que o diagnóstico ambiental da microbacia do Gigante tem papel fundamental na elaboração do plano da bacia, contribuindo para a criação de eficientes políticas públicas de gerenciamento dos recursos hídricos.

Biografia do Autor

Kellem Andrezza de Araújo Freitas Braga, Centro Universitário de Ensino Superior do Amazonas - CIESA
Mestre em Ciências Florestais e Ambientais pela Universidade Federal do Amazonas - UFAM; Docente do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental – CIESA, Email: kfreitas31@hotmail.com
Frederico Fonseca da Silva, Instituto Federal do Paraná - IFPR
C
Valter Roberto Schaffrath, Instituto Federal do Paraná - IFPR
Doutor em Agroecologia; Docente do Instituto Federal do Paraná - IFPR; Engenheiro Agrônomo; Email: valter.schaffrath@ifpr.edu.br
Publicado
2011-05-26
Seção
Meio Ambiente