<b>Tratamento de Esgotos Domésticos por Disposição no Solo Pelo Método de Escoamento Superficial

  • Ana Cláudia Ribeiro Franco Instituto Federal do Triângulo Mineiro
  • Carolina Guimarães Resende Gobbo Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM
  • Giovani Luiz de Melo Universidade de Uberaba – UNIUBE
  • Vinícius Arcanjo da Silva Universidade de Uberaba – UNIUBE
Palavras-chave: Água, Esgoto, Saneamento

Resumo

O sistema de tratamento de esgotos domésticos por escoamento superficial é considerado um nível secundário de tratamento, onde a aplicação do esgoto é realizada sobre o solo, de forma distribuída, na parte superior de um terreno com uma determinada declividade, através da qual o esgoto escoa até atingir uma canaleta ou um corpo receptor. A aplicação foi feita de forma intermitente. No sistema observado na estação de tratamento do CODAU, o solo utilizado foi argiloso e de baixa permeabilidade. A inclinação média do terreno foi de, aproximadamente, 10%. Na área de disposição do efluente foi utilizado o capim tifton (Cynodon dactylon) que garante o aumento da taxa de absorção dos nutrientes disponíveis no solo e a perda de água por evapotranspiração. A vegetação ainda tem por objetivo aumentar o tempo de residência do efluente no solo, funcionando como uma barreira ao livre escoamento, evitando a erosão e retendo os sólidos em suspensão. O objetivo deste artigo é encontrar a real contribuição do efluente tratado na ETE CAPIM para o aumento da carga poluidora do Córrego das Toldas, que é o corpo receptor, ou seja, verificar se o método é realmente eficaz nesta situação encontrada no município de Uberaba (MG).

Biografia do Autor

Ana Cláudia Ribeiro Franco, Instituto Federal do Triângulo Mineiro
Pós graduação em Gestão Ambiental no Instituto Federal do Tiângulo Mineiro – UFTM
Carolina Guimarães Resende Gobbo, Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM
Engenheira Ambiental pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM
Giovani Luiz de Melo, Universidade de Uberaba – UNIUBE
Engenheiro Ambiental pela Universidade de Uberaba - UNIUBE
Vinícius Arcanjo da Silva, Universidade de Uberaba – UNIUBE
Engenheiro Ambiental pela Universidade de Uberaba – UNIUBE
Publicado
2013-09-12
Seção
Meio Ambiente