Balanço de Sais Provenientes da Aplicação de Água Residuária de Suinocultura em Quatro Ciclos de Cultura

Leocir José Carneiro, Jonathan Dieter, Silvio Cesar Sampaio, Nelson Schmidt Junior, Francielly T. Santos-Koelln

Resumo


O objetivo deste trabalho foi estudar a quantidade total de sais no lixiviado e no solo, durante quatro ciclos de culturas, consecutivamente, irrigados com água residuária da suinocultura (ARS). A ARS foi aplicada nas doses de 0, 100, 200 e 300 m³.ha-1, combinadas com dois níveis de adubação (AD), 50 e 75% da necessidade da cultura, em três repetições. As culturas utilizadas foram o milho, soja, aveia e soja, consecutivamente. De maneira geral, as aplicações de ARS até 300 m³.ha-1, combinadas com adubações de 50 e 75% da necessidade da cultura, não ocasionaram problemas de contaminação das águas subterrâneas e do solo, em termos de condutividade elétrica, para as culturas estudadas. Percebeu-se uma leve tendência de aumento da quantidade total de sais no solo, com aplicações sucessivas. Nas leguminosas, os sais lixiviados foram maiores, por essas culturas não necessitarem fornecimento extra de nitrogênio.

Palavras-chave


Condutividade Elétrica; Lisímetro; Poluição Ambiental; Reuso de Água; Salinidade.

Texto completo:

Artigo_pdf


Revista em Agronegócio e Meio Ambiente


Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 2176-9168 On-line
ISSN 1981-9951 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.