VARIÁVEIS DE CUSTOS DE PRODUÇÃO DA CANA-DE-AÇÚCAR E SUAS DIFERENÇAS ENTRE AS REGIÕES PRODUTORAS

Nevison Amorim Pereira

Resumo


Diante da importância do agronegócio brasileiro para a economia nacional e do crescimento da produção no setor sucroenergético, a avaliação dos custos das regiões produtoras pode melhorar a alocação dos recursos produtivos. O objetivo deste trabalho foi identificar as diferenças dos custos de produção da cana-de-açúcar das regiões Nordeste, Centro-Sul tradicional e Centro-Sul expansão, no que diz respeito às safras 2007/2008 a 2011/2012 no Brasil. A pesquisa se caracterizou como descritiva, utilizando-se de procedimento técnico documental e abordagem quantitativa. Os testes estatísticos aplicados foram Tukey e Kruskal-Wallis para identificar quais custos sofreram variações estatisticamente significativas entre as regiões. Os resultados mostram que o maior custo médio da atividade se refere à mecanização nas regiões Centro-Sul tradicional e Centro-Sul expansão, enquanto na região Nordeste se relaciona à mão de obra. Das variáveis analisadas apenas mecanização, arrendamento da terra e mão de obra apresentaram diferenças estatisticamente significativas.

Palavras-chave


Custos; Cana-de-açúcar; Brasil.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9168.2017v10n3p757-774

Revista em Agronegócio e Meio Ambiente
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 1981-9951 Impressa
ISSN 2176-9168 On-line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.