BIOMETRIA DE FRUTOS E SEMENTES E TRATAMENTOS PRÉ-GERMINATIVOS EM SEMENTES DE Hymenaea courbaril

Jania Claudia Camilo dos Santos, Dayane Mércia Ribeiro Silva, Renato Nunes Costa, Saymon Acchile Santos, Lennon Kledson dos Santos Silva, José Vieira Silva

Resumo


A caracterização de frutos e sementes de espécies florestais é fundamental para o conhecimento das condições ideais de germinação e seu uso na revegetação de ambientes degradados. Este trabalho teve por objetivo caracterizar biometricamente frutos e sementes e definir o método adequado para superação de dormência das sementes de Hymenaea courbaril. Foram mensurados comprimento, largura, espessura e massa de frutos e sementes, sendo posteriormente, as sementes submetidas aos seguintes tratamentos pré-germinativos: sementes sem tratamento (controle); ácido sulfúrico por 10; 20 e 30 minutos; escarificação mecânica; e imersão em água quente a 100 °C até resfriamento. Os dados biométricos foram submetidos à análise estatística descritiva e distribuição de frequência. Ao longo da germinação foram avaliadas a percentagem, índice de velocidade e tempo médio de germinação. Constatou-se que 15% da biomassa dos frutos foram alocadas para as sementes, 72% na casca e 13% na polpa farinácea. Os métodos pré-germinativos da escarificação química durante 30 minutos e mecânica apresentaram 80% e 93% da germinação, respectivamente. Os frutos e sementes de H. courbaril apresentaram ampla variação biométrica e de biomassa, o que constitui características importantes na germinação das sementes. Entre as classes, a biomassa variou entre 2,90 a 4,34 g. Os tratamentos que apresentaram germinação satisfatória foram ácido sulfúrico e lixa.

Palavras-chave


Alocação de biomassa; Dormência; Sementes florestais.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, D. C. A.; PORTO, K. G.; NOGUEIRA, A. C. Métodos de superação da dormência e substratos para germinação de sementes de Tachigali vulgaris L.G. Silva & H. C. Lima. Floresta Ambient., v. 24, e00071814, 2017.

ALVES, E. U.; CARDOSO, E. A.; BRUNO, R. L. A.; ALVES, A. U.; ALVES, A. U.; GALINDO, E. A.; BRAGA-JÚNIOR, J. M. Superação de dormência em sementes de Caesalpinia pyramidalis Tul. Revista Árvore, v. 31, n. 3, p. 405-415, 2007.

ANDRADE, L. A.; BRUNO, R. L. A.; OLIVEIRA, L. S. B.; SILVA, H. T. F. Aspectos biométricos de frutos e sementes, grau de umidade e superação de dormência de jatobá. Acta Scientiarum. Agronomy, v. 32, n. 2, p. 293-299, 2010.

ATAÍDE, G. M.; BICALHO, E. M.; DIAS, D. C. F. S.; CASTRO, R. V. O.; Alvarenga, E. M. Superação da dormência das sementes de Delonix regia (Bojer ex Hook.) Raf. Revista Árvore, v. 37, n. 6, p. 1145-1152, 2013.

BEWLEY, J. D.; BLACK, M. Seeds: physiology of development and germination. New York: Plenum Press, 1994.

BORGES, E. E. L. et al. Alterações fisiológicas em sementes de Tachigalia multijuga (Benth.) (Mamoneira) relacionadas aos métodos para a superação da dormência. Revista Árvore, v. 28, n. 3, p. 317-325, 2004.

BRANCALION, P. H. S.; MONDO, V. H. V.; NOVEMBRE, A. D. L. C. Escarificação química para a superação da dormência de sementes de saguaraji-vermelho (Colubrina glandulosa Perk. - Rhamnaceae). Revista Árvore, v. 35, n. 1, p. 119-124, 2011.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Regras para análise de sementes. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Secretaria de Defesa Agropecuária. Brasília: MAPA/ACS, 2009. 395p.

CARVALHO, N. M.; NAKAGAWA, J. (ed.). Sementes: ciência, tecnologia e produção. 5. ed. Jaboticabal: Funep, 2012. 590p.

CARVALHO, P. E. R. Espécies florestais brasileiras: recomendações silviculturais, potencialidades e uso da madeira. Brasília: EMBRAPA/CNPF, 1994. 640p.

COSTA, E. S.; SANTOS NETO, A. L.; COSTA, R. N.; SILVA, J. V.; SOUZA, A. A.; SANTOS, V. R. Dormência de sementes e efeito da temperatura na germinação de sementes de mororó. Revista de Ciências Agrárias, v. 56, n. 1, p. 19-24, 2013.

CRUZ, E. D.; MARTINS, F. O; CARVALHO, J. E. U. Biometria de frutos e sementes e germinação de jatobá-curuba (Hymenaea intermedia Ducke, Leguminosae - Caesalpinioideae). Revista Brasileira de Botânica, v. 24, n. 2, p. 161-165, 2001.

DANTAS, B. F.; CORREIA, J. S.; MARINHO, L. B.; ARAGAO, C. A. Alterações bioquímicas durante a embebição de sementes de catingueira (Caesalpinia pyramidalis Tul.). Revista Brasileira de Sementes, v. 30, n. 1, p. 221-227, 2008.

DUARTE, M. M.; PAULA, S. R. P.; FERREIRA, F. R. L.; NOGUEIRA, A. C. Morphological characterization of fruit, seed and seedling and germination of Hymenaea courbaril L. (Fabaceae) (‘Jatobá’). Journal of Seed Science, v. 38, n. 3, p. 204-211, 2016.

DUARTE, M. M.; MILANI, J. E. F.; BLUM, C. T.; NOGUEIRA, A. C. Germinação e morfologia de sementes e plântulas de Albizia edwallii (Hoehne) Barneby & J. W. Grimes. Revista Caatinga, v. 28, n. 3, p. 166-173, 2015.

FERREIRA, D. F. Sisvar: a Guide for its Bootstrap procedures in multiple comparisons. Ciência e Agrotecnologia, v. 38, p. 109-112, 2014.

FREITAS, A. R.; LOPES, J. C.; MATHEUS, M. T.; MENGARDA, L. G.; VENANCIO, L. P.; CALDEIRA, M. V. W. Superação da dormência de sementes de jatobá. Pesquisa Florestal Brasileira, v. 33, n. 73, p. 85-90, 2013.

GOMES, D. R.; ARAUJO, M. M.; NUNES, U. R.; AIMI, S. C. Biometry and germination of Balfourodendron riedelianum Eng. Journal of Seed Science, v. 38, p. 187-194, 2016.

GONÇALVES, L. G. V.; ANDRADE, F. R.; MARIMON JUNIOR, B. H.; SCHOSSLER, T. R.; LENZA, E.; MARIMON, B. S. Biometria de frutos e sementes de mangaba (Hancornia speciosa Gomes) em vegetação natural na região leste de Mato Grosso, Brasil. Revista de Ciências Agrárias, v. 36, n. 1, p. 31-40, 2013.

GUEDES, R. S.; ALVES, E. U.; GONÇALVES, E. P.; COLARES, P. N. Q.; MEDEIROS, M. S.; SILVA, K. B. Tratamentos pré-germinativos em sementes de Myracrodruon urundeuva Freire Allemão. Revista Árvore, v. 33, n. 6, p. 997-1003, 2009.

GUSMÃO, E.; VIEIRA, F. A.; FONSECA JÚNIOR, E. M. Biometria de frutos e endocarpos de murici (Byrsonima verbascifolia Rich. ex A. Juss.) Revista Cerne, v. 12, n. 1, p. 84-91, 2006.

MARCOS FILHO, J. Fisiologia de sementes de plantas cultivadas. 2. ed. Londrina: ABRATES, 2015. 659 p.

MATHEUS, M. T.; AMARAL, J. A. T.; SILVA, D. G. G.; NEVES, D. M.; PIZZOL, E. C. S.; SOUSA, F. C.; SANTI, G. C.; GUARIZ, H. R.; LIMA, K. A.; HOFFMANN, R. G. Sintomas de deficiência nutricional em Jatobá. Revista Científica Eletrônica de Engenharia Florestal, v. 17, n. 1, p. 89-97, 2011.

MATOS, A. C. B.; ATAIDE, G. M.; BORGES, E. E. L. Physiological, physical, and morpho-anatomical changes in Libidibia ferrea ((Mart. ex Tul.) L.P. Queiroz) seeds after overcoming dormancy. Journal of Seed Science, v. 37, n. 1, p. 26-32, 2015.

MONTANHA, D. A.; ALVES, J. M. A.; SILVA, M. R.; MATOS, W. S.; SILVA, D. C. O.; BARRETO, G. F. Superação dadormência e influência da profundidade de semeadura na germinação de sementes de Desmodium tortuosum. Revista Agro@mbiente On-line, v. 12, n. 1, p. 34-40, 2018.

MORAES, P. L. R.; ALVES, M. C. Biometria de frutos e diásporos de Cryptocarya aschersoniana Mez e Cryptocarya moschata Nees (Lauraceae). Biota Neotropica, v. 2, n. 1, p. 1-11, 2002.

PEREIRA, S. R.; GIRALDELLI, G. R.; LAURA, V. A.; SOUZA, A. L. T. Tamanho de frutos e de sementes e sua influência na germinação de jatobá-do-cerrado (Hymenaea stigonocarpa var. stigonocarpa Mart. ex Hayne, Leguminosae - Caesalpinoideae). Revista Brasileira de Sementes, v. 33, n. 1, p. 141-148, 2011.

PIRES NETO, P. A. F.; PIRES, V. C. M.; MORAES, C. B.; OLIVEIRA, L. M.; PORTELLA, A. C. F.; NAKAGAWA, J. Physiological ripening of Anadenanthera colubrina (Vellozo) Brenan seeds. Journal of Seed Science, v. 38, p. 155-161, 2016.

POPINIGIS, F. Qualidade fisiológica da semente. In: POPINIGIS, F. Fisiologia da semente. 2. ed. Brasília: Abrates, 1977, p. 157-247.

SANTOS, J.C.C.; LIMA, A.N.S.; SILVA, D.M.R.; COSTA, R.N.; AMORIM, D.J.; SILVA, J.V.; SANTOS NETO, A.L. Análise biométrica multidimensional com tratamentos pré-germinativos em sementes e caracterização morfológica de plântulas de Mimosa bimucronata (De Candolle) Otto Kuntze. Revista de Ciências Agrárias, v. 42, p.418-429, 2019.

SANTOS, J.C.C.; SILVA, D.M.R.; COSTA, R.N.;SILVA, C.H.; SANTOS, W.S.; MOURA, F. B. P.; SILVA, J.V. Aspectos biométricos e morfológicos de frutos e sementes de Schinopsis brasiliensis. Nativa, v. 6, p. 219-224, 2018.

SANTOS, P. L.; FERREIRA, R. A.; ARAGÃO, A. G.; AMARAL, L. A.; OLIVEIRA, A. S. Estabelecimento de espécies florestais nativas por meio de semeadura direta para recuperação de áreas degradadas. Revista Árvore, v. 36, p. 237-245, 2012.

SIGMA PLOT. For windows, version 10.0 Systat Software, 2008.

SILVA, A. L.; DIAS, D. C. F. S.; LIMA, L. B.; MORAIS, G. A. Methods for overcoming seed dormancy in Ormosia arborea seeds, characterization and harvest time. Journal of Seed Science, v. 36, p. 318-325, 2014.

SILVA, B. M. S.; CARVALHO, N. M. Efeitos do estresse hídrico sobre o desempenho germinativo da semente de faveira (Clitoria fairchildiana R.A. Howard. - Fabaceae) de diferentes tamanhos. Revista Brasileira de Sementes, v. 30, n. 1, p. 55-65, 2008.

SILVA, M. S.; BORGES, E. E. L.; LEITE, H. G.; CORTE, V. B. Biometria de frutos e sementes de Melanoxylon brauna Schott. (Fabaceae-Caesalpinioideae). Cerne, v. 19, n. 3, p. 517-524, 2013.

SILVA, P. E. M.; SANTIAGO, E. F.; DALOSO, D. M.; SILVA, E. M.; SILVA, J. O. Quebra de dormência em sementes de Sesbania virgata (Cav.) Pers. Idesia, v. 29, n. 2, p. 39-45, 2011.

SILVA, R. M.; CARDOSO, A. D.; DUTRA, F. V.; MORAIS, O. M. Aspectos biométricos de frutos e sementes de Caesalpinia ferrea Mart. ex Tul. provenientes do semiárido baiano. Revista de Agricultura Neotropical, v. 4, n. 3, p. 85-91, 2017.

SMIDERLE, O. J.; OLIVEIRA JÚNIOR, M. C. M.; SOUSA, R. C. P. Tratamentos pré-germinativos em sementes de acácia. Revista Brasileira de Sementes, v. 27, n. 1, p. 78-85, 2005.

SOUZA, E. R. B.; ZAGO, R.; GARCIA, J.; FARIAS, J. G.; CARVALHO, E. M. S.; BARROSO, M. R. Efeito de métodos de escarificação do tegumento em sementes de Leucaena diversifolia L. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 37, n. 3, p. 142-146, 2007.

SOUZA, P. F.; SANTANA, R. C.; FERNANDES, J. S. C.; OLIVEIRA, L. F. R.; MACHADO, E. L. M.; NERY, M. C.; OLIVEIRA, M. L. R. Germinação e Crescimento Inicial Entre Matrizes de Duas Espécies do Gênero Hymenaea. Floresta e Ambiente, v. 22, n. 4, p. 532-540, 2015.

TAMAYO, L. M. A.; GONZALEZ, D. M. A.; GARCES, Y. J. Propriedades farmacológicas del Algarrobo (Hymenaea courbaril Linneaus) de interés para la industria de alimentos. Revista Lasallista de Investigación, v. 5, n. 2, p. 100-111, 2008.

WRIGHT, I. J.; WESTOBY, M. Differences in seedling growth behavior among species: trait correlations across species, and traits shifts along nutrient compared to rainfall gradients. Journal of Ecology, v. 87, p. 85-97, 1999.




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9168.2019v12n3p957-979

Revista em Agronegócio e Meio Ambiente


Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 2176-9168 On-line
ISSN 1981-9951 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.