ANÁLISE DAS FONTES DE CRESCIMENTO DO VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO DA MAMONA NO PERÍODO DE 1990 A 2016

Renan Silva Ferreira, André Souza Melo

Resumo


Este trabalho tem como objetivo analisar o Valor Bruto da Produção agrícola da mamona para o Nordeste brasileiro, com resultados extensivos ao Estado da Bahia. Três variáveis foram testadas com respeito à contribuição para o crescimento da produção da mamona na região: área colhida, produtividade média e preço pago ao produtor. Nesse sentido, as análises das variáveis em termos evolutivos ao longo do tempo podem dar indicações do que se passa na atividade, de modo a se planejar melhores direcionamentos políticos no fortalecimento das fontes primordiais de crescimento. Neste estudo, optou-se pelo modelo matemático Shift-Share, cujos resultados são importantes indicadores para o planejamento dos atores envolvidos na produção da cultura da mamona. Como principal resultado, é impreciso indicar uma variável mais importante na explicação das flutuações do Valor Bruto de Produção no período entre 1990 e 2016. Contudo, as evidências são claras quando a análise se restringe a fases distintas no horizonte estudado, com maior influência por parte de um efeito-preço.

Palavras-chave


Mamona; Modelo Shift-Share; Valor bruto da produção

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, J. J. L.; PINHEIRO, A. A. P. Análise do desempenho agrícola de duas micro-regiões do sertão central (Ceará), através do modelo estrutural diferencial. Revista Ciência Agronômica, v. 10, n. 1, p. 99-101. Fortaleza: CCA/UFC, 1980.

ALMEIDA, C. M.; ALMEIDA NETO, J. A.; PIRES, M. M. A produção de mamona no Brasil e o PROBIODIESEL. In: I Congresso Brasileiro de Mamona: Energia e Sustentabilidade, 1., 2004. Anais [...] Campina Grande: EMBRAPA-Governo da Paraíba, 2004. 5p.

AMORIM, P. Q. R. Perspectiva histórica da cadeia da mamona e a introdução da produção de biodiesel no semi­árido brasileiro sob o enfoque da teoria dos custos de transação. 2005. 95f. Monografia (Graduação em Economia). Piracicaba: ESALq-USP, 2005.

ARAÚJO, A. C.; CAMPOS, R. T. Análise da evolução do valor da produção de cacau no estado da Bahia. In: AGUILAR, D. R.; PINHO, J. B. (Ed.). O agronegócio brasileiro: desafios e perspectivas. Brasília: SOBER, 1998. v. 1, p. 1029-1039.

BAHIA. Secretaria da Indústria, Comércio e Turismo. Diagnóstico e oportunidades de investimentos: mamona. Salvador: SEBRAE, 1995. (Série Oleaginosas, v. 5.). 64p.

BIODIESELBR. Produção nacional de mamona. Disponível em: http://www.biodieselbr.com/plantas/mamona/producao-nacional-mamona.htm Acesso em: mar. 2010.

BRASIL. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Portal de informações sobre a mamona. Disponível em: http://www.cnpa.embrapa.br/produtos/mamona/index.html. Acesso em: março, 2010b.

BRASIL. Presidência da República. Lei nº 11.097, de 13 de janeiro de 2005. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil/_Ato2004-2006/2005/Lei/L11097.htm Acesso em: mar. 2010.

CHIARANDA, M.; ANDRADE JUNIOR, A. M.; OLIVEIRA, G. T. A produção de biodiesel no Brasil e aspectos do PNPB. Piracicaba: GEEDES/ESALQ/USP, 2005. 32p.

CHIERICE, G. O.; CLARO NETO, S. Aplicação industrial do óleo. In: AZEVEDO, D. M. P.; LIMA, E. F. O agronegócio da mamona no Brasil. Brasília: EMBRAPA, 2001. p. 89-119.

COELHO, I. Avaliação das exportações tradicionais baianas: caso de sisal e mamona. 1979. 174f. Dissertação (Mestrado em Economia) - UFBA, Salvador, 1979.

FAO. Food and Agriculture Organization of the United Nations. Home page. Disponível em: http://www.fao.org/ Acesso em: mar. 2010.

FILGUEIRAS, G. C.; SANTOS, M. A. S.; IGREJA, A. C. M. Fontes de crescimento do valor bruto da produção de cacau no estado do Pará no período de 1980 a 2002. Belém: Banco da Amazônia, 2003. 14p. Disponível em: http://www.bancoamazonia.com.br/bancoamazonia2/institucional_biblioteca_artigos_economiaregional.asp. Acesso em: mar. 2010.

FILGUEIRAS, G. C.; SANTOS, M. A. S.; SANTANA, A. C.; HOMMA, A. K. O. Fontes de crescimento da produção de pimenta-do-reino no estado do Pará no período de 1979 a 2001. Belém: Banco da Amazônia, 2002. 14p. Disponível em: http://www.bancoamazonia.com.br/bancoamazonia2/institucional_biblioteca_artigos_economiaregional.asp. Acesso em: mar. 2010.

FREITAS, S. M.; FREDO, C. E. Biodiesel à base de óleo de mamona: algumas considerações. Informações Econômicas, v. 35, n. 1, p. 37-42, 2005.

KOURI, J.; SANTOS, R. F.; SANTOS, J. W. Evolução da cultura da mamona no Brasil. In: Congresso Brasileiro de Mamona: Energia e Sustentabilidade. Anais [...] Campina Grande: EMBRAPA-Governo da Paraíba, 2004. 6p.

MAGRINI, J. L.; CANEVER, M. D. O valor da produção da orizicultura gaúcha: componentes área, produtividade e preço. Revista Brasileira de Agrociência, v. 9, n. 1, p. 65-69, 2003.

PARK, K. H. Projeto Biodiesel e a inclusão social. In: Congresso da Rede Brasileira de Tecnologia do Biodiesel: artigos técnicos e científicos, 1., 2006. Anais [...] Brasília: MCT-ABIPTI, 2006. p. 61-66.

PIRES, M. M.; ALVES, J. M.; NETO, J. A. A.; ALMEIDA, C. M.; SOUSA, G. S.; CRUZ, R. S.; MONTEIRO, R.; LOPES, B. S.; ROBRA, S. Biodiesel de mamona: uma avaliação econômica. In: Congresso Brasileiro de Mamona: Energia e Sustentabilidade, 1., 2004. Anais [...] Campina Grande: EMBRAPA-Governo da Paraíba, 2004. 5p.

PONCHIO, J. A. R. Relatório Final: Cadeia produtiva da mamona para biodiesel. Brasília: FAO, 2004.

SOUZA, P. M.; LIMA, J. E. Mudanças na composição da produção agrícola no Brasil, 1975-95. Revista Econômica do Nordeste, v. 33, n. 3, p. 632-659, 2002.

VIEIRA, R. M.; LIMA, E. F.; BATISTA, F. A. S. Diagnóstico e perspectivas da mamoneira no Brasil. In: Reunião Temática Matérias-Primas Oleaginosas no Brasil: diagnóstico, perspectivas e prioridades de pesquisa. Anais [...] Campina Grande: EMBRAPA-CNPA/MAA/ABIOVE, 1997. p. 139-150.

YOKOYAMA, L. P.; IGREJA, A. C. M. Principais lavouras da região centro-oeste: variações no período 1975-1987. Revista Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 27, n. 5, p. 727-736, 1992.




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9168.2019v12n2p487-513

Revista em Agronegócio e Meio Ambiente


Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 2176-9168 On-line
ISSN 1981-9951 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.