<b>Fisioterapia aplicada à Ginecologia e Obstetrícia

  • Cintia Raquel Bim CESUMAR
  • Alline Lilian Perego CESUMAR
  • Hugo Pires-Jr. CESUMAR
Palavras-chave: fisioterapia, ginecologia e obstetrícia, gestantes

Resumo

Este artigo tem por objetivo caracterizar o trabalho realizado pela fisioterapia na área de ginecologia e obstetrícia e a importância da atuação do profissional nesta especialidade. São abordadas as alterações anatômicas, fisiológicas e mecânicas pelas quais a gestante passa, patologias induzidas pela gestação, o papel dos exercícios aeróbicos e ginástica no pré e pós-parto e atuação fisioterápica em cirurgias ginecológicas. Mesmo através de uma bibliografia restrita, concluímos que o fisioterapeuta que trabalha com gestantes e pacientes ginecológicas proporciona benefícios à mãe e ao bebê, previne e/ou minimiza complicações e diminui o período de permanência hospitalar, dentre outros. Vimos também que a fisioterapia nessa especialidade merece ser melhor divulgada junto aos médicos e à população em geral, já que se mostra benéfica e eficaz.

Biografia do Autor

Cintia Raquel Bim, CESUMAR
Discente do Curso de Fisioterapia do Centro Universitário de Maringá- -CESUMAR (turma 1999)
Alline Lilian Perego, CESUMAR
Discente do Curso de Fisioterapia do Centro Universitário de Maringá- -CESUMAR (turma 1999)
Hugo Pires-Jr., CESUMAR
Docente do Bacharelado em Fisioterapia do Centro Universitário de Maringá. Responsável pela disciplina Metodologia e Técnica de Pesquisa - MTP e Orientador do Projeto.
Publicado
2007-07-17
Seção
Artigos Originais