<b>Imunização em Frangos de Corte

  • Maíra Cotrin Mateus Centro Universitário de Maringá – CESUMAR
  • José Maurício Gonçalves dos Santos Centro Universitário de Maringá – CESUMAR
Palavras-chave: Aves, Biosseguridade, Doenças, Manejo, Vacinação.

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo chamar a atenção para a importância do controle das principais enfermidades virais em aves de produção, especificando métodos de evitar que o animal adoeça através do manejo e, principalmente, dos programas de vacinação, levando em conta as particularidades do sistema imunológico das aves e as vias e métodos adequados de vacinação. Para se assegurar que um programa de medicina preventiva seja bem sucedido, vai muito além da vacina. É necessário que haja um processo completo, envolvendo o animal, a técnica, o meio e a experiência humana para que ocorra a eficácia da proteção desejada. Como um programa de vacinação não é imutável, há a exigência de uma equipe técnica e médica bem preparada e que se comprometa a identificar e reajustar, quando necessário, uma mudança, atentando aos requisitos de condições na criação, doenças na vizinhança e o desenvolvimento constante de produtos e técnicas. Conclui-se que um programa de vacinação correto e um bom manejo são compromissos a longo prazo, que, além de melhorar a condição aviária, afetam diretamente a produção, sendo que a indústria avícola é a principal fornecedora de proteína animal de baixo custo.

Biografia do Autor

Maíra Cotrin Mateus, Centro Universitário de Maringá – CESUMAR
Medica Veterinária graduada no Centro Universitário de Maringá – CESUMAR; Pós-Graduanda em Higiene e Inspeção de Produtos de Origem Animal no Centro Universitário de Maringá – CESUMAR. E-mail: mairamateus@hotmail.com
José Maurício Gonçalves dos Santos, Centro Universitário de Maringá – CESUMAR
M
Publicado
2011-01-25
Seção
Agronegócio