Atividades físicas de aventura na natureza: relações entre estilo de vida aventureiro e modo de vida rural para a melhoria da qualidade de vida

Andréa Schiavone Pereira, Giuliano Gomes de Assis Pimentel, Larissa Michele Lara

Resumo


Esportes e turismo em ambientes rurais e naturais são opções de lazer em ascendência na contemporaneidade ocidental. Para identificar como as demandas de turismo de aventura e turismo rural se intercambiam, analisou-se perfil de praticantes de atividades físicas de aventura na natureza (AFAN) em áreas rurais do Paraná. Foram selecionadas quatro AFAN´s, sendo duas no aérea (asa delta e parapente) e duas terrestres ("mountain bike" e enduro a pé). O estudo revela que, nas atividades pesquisadas, não predomina o treinamento prévio para a prática das atividades, nem mesmo há hegemonia de corpos hipertrofiados. Dado o caráter lúdico das atividades, percebe-se que as AFAN´s estão mais próximas ao hedonismo turístico do que em comparação aos esportes tradicionais urbanos. Nesse sentido, recomenda-se a implantação conjunta de projetos de turismo rural e AFAN´s voltados à qualidade de vida, num esforço multidisciplinar entre profissionais de Educação Física e Turismo.

Palavras-chave


lazer; turismo; estilo de vida

Texto completo:

Artigo_pdf


Iniciação Científica Cesumar
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9192 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1518-1243 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.