Perfil dos Consumidores de Carne Bovina da Região Centro-Oeste

Paulo Augusto Ramalho de Souza, Camila Benatti Mourad, Renato Luiz Sproesser, Amilton Luis Novaes

Resumo


O presente estudo tem como objetivo a avaliação do comportamento de consumo de carne bovina no Centro-Oeste verificando o perfil dos consumidores. A revisão teórica discute mudanças nos hábitos alimentares que podem influir no posicionamento estratégico das empresas. O princípio de imitação-distinção, defendido por Bourdieu como um dos fatores determinantes da evolução dos hábitos alimentares pôde ser verificado. O estudo traz a evolução do consumo de carne bovina no Brasil a partir de séries históricas. Utilizou-se o método dedutivo de pesquisa e a pesquisa documental e de campo (survey) como métodos de procedimento. O perfil encontrado para os consumidores de carne bovina acima da média é caracterizado por pessoas de 30 a 39 anos, com renda e escolaridade baixa e possuem dificuldades em aquisição de alimentos. Também foi constatado que o princípio da imitação-distinção exerce influência sobre a evolução do comportamento de consumo alimentar.

Palavras-chave


Hábitos Alimentares; Princípio da Imitação-Distinção; Consumo de Carne Bovina.

Texto completo:

Artigo_Pdf


Revista Cesumar – Ciências Humanas e Sociais Aplicadas
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9176 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1516-2664 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.