Inclusão, Meio Ambiente e Dignidade Humana: O Meio Ambiente Equilibrado, como Premissa Necessária para a Efetividade da Dignidade da Pessoa Humana

Dirceu Pereira Siqueira, Telma Aparecida Rostelato

Resumo


O presente trabalho foca a hodierna problemática da preservação ambiental, considerada a preocupação com a desmesurada degradação da natureza, que se embasa em ambição voltada ao acúmulo de riquezas, o reflexo de uma sociedade capitalista. Com isso, as consequências advindas desta ingerência do homem no desenvolvimento dos bens naturais vieram ocasionar doenças respiratórias diversas, comprometendo a usufruição de uma vida digna, logo o apelo à conscientização justifica-se pela existência futura, a qualidade de vida das novas gerações, o qual veio a ser disciplinado pelo direito ambiental, ocupando o rol dos direitos coletivos, erigido à seara dos direitos fundamentais, que subsume um meio ambiente sadio, daí a necessária luta pela preservação ambiental.

Palavras-chave


Direito à Vida; Meio Ambiente; Direitos Fundamentais.

Texto completo:

Artigo_Pdf


Indexado
REDIB; Sumários.Org; DOAJ; Ulrich’s International Periodicals Directory; Latindex; RVBI; ROAD; OCLC WorldCat

Revista Jurídica Cesumar - Mestrado
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9184 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br


ISSN 1677-6402 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.