Prevalência de Anemia Ferropriva em Candidatos a Doação de Sangue do Serviço de Hemoterapia da Cidade de Concórdia - SC no Mês de Junho de 2009

Simone Cristina Alberti, Mário Lettieri Teixeira

Resumo


O sangue é utilizado há muito tempo como recurso terapêutico. Com base nisto, o número de doadores de sangue aumentou progressivamente durante os últimos anos. A doação de sangue resulta na perda de ferro em cada procedimento de coleta. Portanto, é necessário tomar certos cuidados antes e após os procedimentos de transfusão. Este trabalho avaliou a prevalência de anemia ferropriva através da concentração de hematócritos e dosagem de ferro em 60 prontuários de candidatos à doação de sangue com idade a partir de 18 anos no Serviço de Hemoterapia da cidade de Concórdia, SC. Os dados foram coletados e tabulados no mês de junho/2009. A anemia ferropriva é oriunda da carência de ferro no organismo, e esta é verificada através da análise do índice de hematócritos e dosagem de ferro. Neste trabalho não foi verificada a prevalência de anemia nos candidatos a doação de sangue pesquisados, porém foi constatada deficiência de ferro, que pode ter sua causa em virtude da retirada do sangue do organismo.

Palavras-chave


Anemia; Anemia Ferropriva; Doadores de Tecido.

Texto completo:

Artigo_Pdf


Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.