Investigação de Obesidade em Escolares da Rede Pública de Ensino do Município de Ivatuba-Pr

Ana Paula Presa, Izabella Cristina Ortega Magrine

Resumo


Atualmente a obesidade está sendo considerada o maior problema de saúde pública, e cada vez mais a obesidade tem surgido na infância. O objetivo da pesquisa foi verificar o percentual de obesos matriculados em uma escola municipal na cidade de Ivatuba-PR. Noventa e dois escolares (42 meninos e 42 meninas) (42+42 = 84) foram submetidos a medidas antropométricas de peso e estatura. Valores de índice de massa corporal maiores e ou iguais ao percentil 85 e menores que o percentil 95 foram utilizados para a determinação de sobrepeso, ao passo que valores de índice de massa corporal maior ou igual ao percentil 95 foram adotadas como indicadores de obesidade. Observou-se que entre as meninas o índice de sobrepeso (8,70%) é menor que o de obesidade (11,96%), e entre os meninos o índice de obesidade (16,30%) é menor que o de sobrepeso (17,39%). A prevalência de sobrepeso e obesidade, somadas, foi mais elevada no sexo masculino (33,69%), que no sexo feminino (20,66%). Neste caso ouve diferença significativa com p = 0,302. Considerando a associação existente entre o excesso de gordura corporal e efeitos danosos à saúde, torna-se evidente a necessidade de ações preventivas desde as idades mais precoces.

Palavras-chave


Infantil; Prevalência; Obesidade; Sobrepeso

Texto completo:

PDF


Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.