Visão das Mães em Relação ao Cuidado com o Recém-Nascido após a Alta da Uti Neonatal

Daiane Cristina Moderno Estevam, Juliana Dalcin Donini e Silva

Resumo


Atualmente o número de internações de recém-nascidos em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) tem sido relevante. Ao receberem alta para a Unidade Pediátrica as mães vivenciam sentimentos positivos e negativos relacionados à responsabilidade de cuidar do filho ainda em tratamento e preparar-se para a alta hospitalar. O estudo objetivou desvelar a visão das mães em relação ao cuidado com o recém-nascido durante o período de internação em Unidade Pediátrica, após alta da UTIN. Trata-se de uma pesquisa descritiva e exploratória com abordagem qualitativa. Foram entrevistadas cinco mães maiores de dezoito anos e com filhos menores de um ano, sendo que todas passaram pela experiência de terem seus filhos internados logo após o nascimento em uma UTIN e, após, receberam alta para uma Unidade Pediátrica. A partir da análise dos depoimentos, revelaram-se três categorias: a vivência dos primeiros momentos com o filho após a alta da UTIN; a percepção da mãe em relação aos cuidados prestados pela equipe de enfermagem na unidade pediátrica; e experienciando o momento de ir para casa. As mães desvelaram sentimentos de angústia, medo, impotência, alívio, alegria e satisfação frente ao cuidado. Assim observamos a importância do gerenciamento da assistência de enfermagem, realizada pelo enfermeiro com o intuito de orientar e capacitar as mães para o cuidado com o filho após a alta da Unidade Pediátrica. Sendo assim, buscamos instrumentalizar os profissionais enfermeiros com o intuito de contribuir para o processo de humanização da assistência de enfermagem.

Palavras-chave


Alta Hospitalar; Assistência de Enfermagem; Humanização; Unidade de Terapia Intensiva Neonatal

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9206.2016v9n1p15-24

Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.