Conduta do Enfermeiro Frente aos Conflitos Éticos e Bioéticos em Área Vulnerável na ESF

Patrícia Sônego Caetano, José Otávio Feltrin, Jacks Soratto, Maria Tereza Soratto

Resumo


Este estudo tem como objetivo identificar a conduta do enfermeiro frente aos conflitos éticos e bioéticos no atendimento de famílias em situação de vulnerabilidade social na Estratégia Saúde da Família (ESF). Pesquisa de abordagem qualitativa, descritiva, exploratória e de campo. Realizou-se uma entrevista semiestruturada com seis enfermeiros atuantes na ESF de áreas consideradas vulneráveis, em um município do extremo Sul de Santa Catarina. A análise dos dados foi realizada a partir da análise de conteúdo. A conduta dos enfermeiros para a resolução dos conflitos éticos e bioéticos envolve a linguagem clara e acessível com discussão de caso com a equipe multidisciplinar; o trabalho em rede; vínculo do agente comunitário de saúde (ACS) com a comunidade; e a conduta ética dos profissionais. Considera-se fundamental que os profissionais promovam discussões sobre os dilemas e conflitos éticos e bioéticos enfrentados, buscando a qualificação e a humanização do cuidado, com resolutividade da rede de serviços.

Palavras-chave


Bioética, Ética em Enfermagem, Estratégia saúde da Família (ESF).

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9206.2016v9n2p349-360

Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.