AVALIAÇÃO DA FLEXIBILIDADE E FORÇA MUSCULAR DE MEMBROS INFERIORES EM IDOSAS PRATICANTES DE HIDROGINÁSTICA

Daniel Vicentini Oliveira, Amanda Piva Pereira, Mateus Dias Antunes, José Roberto Andrade do Nascimento Júnior

Resumo


Este estudo teve como objetivo avaliar a flexibilidade e força muscular de membros inferiores de idosas praticantes de hidroginástica no município de Sarandi, Estado do Paraná. Foram avaliadas 31 idosas praticantes de hidroginástica. Para a avaliação da flexibilidade foi utilizado o teste de Sentar e Alcançar e para a avaliação de força muscular de membros inferiores foi utilizado o teste de sentar e levantar de cadeira em 30 segundos. A análise de dados foi realizada por meio da estatística descritiva e inferencial.

Palavras-chave


Aptidão física; Envelhecimento; Exercício físico

Texto completo:

PDF

Referências


ABOARRAGE, N. Treinamento de força na água: uma estratégia de observação e abordagem pedagógica. São Paulo: Phorte, 2008.

ALBINO, I. L. R. et al. Influência do treinamento de força muscular e de flexibilidade articular sobre o equilíbrio corporal em idosas. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol., v. 15, n. 1, p. 17-25, 2012.

ALMEIDA, A.P.P.V.; VERAS, R.P.; DOIMO, L.A. Avaliação do equilíbrio estático e dinâmico de idosas praticantes de hidroginástica e ginástica. Rev. bras. cineantropom. desempenho hum., v.12, n.1, p. 55- 61, 2010.

ARAÚJO, C.G.S. Teste de sentar-levantar - apresentação preliminar de um procedimento para avaliação em Medicina do Exercício e do Esporte. Rev. Bras. Med. Esporte, v. 5, n. 1, p. 179-182, 1999.

ARENA, S.S. Exercício físico e qualidade de vida: avaliação, prescrição e planejamento. São Paulo: Phorte, 2009.

ASSIS, R.S. et al. A hidroginástica melhora o condicionamento físico dos idosos. RBPFEX, v.1, n.5, p. 62-75, 2007.

BATISTA, F. S. et al. Relationship between lower-limb muscle strength and functional independence among elderly people according to frailty criteria: a cross-sectional study. Sao Paulo Med J, v. 132, n. 5, p. 282-289, 2014.

CARDOSO, A.S.; MAZO, G.Z.; BALBÉ, G.P. Níveis de força em mulheres idosas praticantes de hidroginástica: um estudo de dois anos. Motriz, v. 16, n. 1, p. 86- 94, 2010.

CHAN, W. C. et al. Efficacy of physical exercise in preventing falls in older adults with cognitive impairment: a systematic review and meta-analysis. J Am Med Dir Assoc, v. 16, n. 2, p. 149-154, 2015.

COELHO, F.G.M. et al. Exercício físico no envelhecimento saudável e patológico: da teoria a pratica. Curitiba: CRV, 2013.

FERREIRA, V. Atividade física na terceira idade: o segredo da longevidade. 2. ed. Rio de Janeiro: Sprint, 2007.

FIDELIS, L.T.; PATRIZZI, L.J.; WALSH, I.A.P. Influência da prática de exercícios físicos sobre a flexibilidade, força muscular manual e mobilidade funcional em idosos. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol., v.16, n.1, p. 109-116, 2013.

FLECK, S.J.; KRAEMER, W.J. Fundamentos do treinamento de força muscular. Porto Alegre: Artmed, 2006.

FRANÇA, L.H.F.P.; SOARES, D.H.P. Preparação para a aposentadoria como parte da educação ao longo da vida. Psicol., Ciênc. Prof., v.29, n.4, p. 738-751, 2009.

GINÉ-GARRIGA, M. et al. Physical exercise interventions for improving performance-based measures of physical function in community-dwelling, frail older adults: a systematic review and meta-analysis. Arch Phys Med Rehabil, v. 95, n. 4, p. 753-769, 2014.

HEYWARD, V.H. Avaliação física e prescrição de exercícios: técnicas avançadas. São Paulo: Artmed. 2004.

KARR, J. E. et al. An empirical comparison of the therapeutic benefits of physical exercise and cognitive training on the executive functions of older adults: A meta-analysis of controlled trials. Neuropsychology, v. 28, n. 6, p. 829-843, 2014.

LACOURT, M.X.; MARINI, L.L. Decréscimo da função muscular decorrente do envelhecimento e a influência na qualidade de vida do idoso: uma revisão de literatura. RBCEH, Rev. Bras. Ciênc. Envelhecimento Hum., v.3, n .1, p. 114-121, 2006.

LUCCHESI, G.A. Hidroginástica: aprendendo a ensinar. São Paulo: Cone, 2013.

LUCCHETTI, G. et al. Fatores associados à polifarmácia em idosos institucionalizados. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol, v.13, n.1, p. 51-58, 2010.

LUZ, E.P. et al. Perfil sociodemográfico e de hábitos de vida da população idosa de um município da região norte do Rio Grande do Sul, brasil. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol, v.17, n.2, p.303- 314, 2014.

MACIEL, M.G. Atividade física e funcionalidade do idoso. Motriz, v.16, n.4, p.1024-1032, 2010.

PASSOS, B.M.A. et al. Contribuições da hidroginástica nas atividades da vida diária e na flexibilidade de mulheres idosas. J. Phys. Educ., v.19, n.1, p. 71- 76, 2008.

PLUMMER, P. et al. Effects of physical exercise interventions on gait-related dual-task interference in older adults: a systematic review and meta-analysis. Gerontology, v. 62, n. 1, p. 94-117, 2016.

RIKLI, R.E.; JONES, C.J. Teste de aptidão física para idosos. Barueri: [s.n.], 2008.

ROMA, M. F. B. et al. Effects of resistance training and aerobic exercise in elderly people concerning physical fitness and ability: a prospective clinical trial. Einstei, v. 11, n. 2, p. 153-157, 2013.

SCHNEIDER, R.H.; IRIGARAY, T.Q. O envelhecimento na atualidade: aspectos cronológicos, biológicos, psicológicos e sociais. Estud Psicol., v.25, n.4, p. 585-593, 2008.

VRIES, N. M. et al. Effects of physical exercise therapy on mobility, physical functioning, physical activity and quality of life in community-dwelling older adults with impaired mobility, physical disability and/or multi-morbidity: a meta-analysis. Ageing res rev., v. 11, n. 1, p. 136-149, 2012.

WELLS, K. F.; DILLON, E. K. The sit and reach: a test of back and leg flexibility. Res Q Exerc Sport, v. 952, n. 23, p. 115-118, 2013.

ZAMBON, T. B. et al. Análise comparativa da flexibilidade de mulheres idosas ativas e não ativas. Acta fisiátr., v. 22, n. 1, p. 14-18, 2016.

ZHANG, X. Y.; SHUAI, J.; LI, L. P. Vision and relevant risk factor interventions for preventing falls among older people: a network meta-analysis. Sci rep., v. 28, v. 5, p. 1-8, 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/1983-1870.2017v10n1p91-99

Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 1983-1870 Impressa
ISSN 2176-9206 On-line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.