FATORES QUE CONTRIBUEM PARA A MORTALIDADE INFANTIL UTILIZANDO A MINERAÇÃO DE DADOS

Ana Paula Sartorelli, Denilsen Carvalho Gomes, Marcia Regina Cubas, Deborah Ribeiro Carvalho

Resumo


O Objetivo do trabalho foi complementar os fatores relacionados à mortalidade infantil. Foi utilizado os dados do Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos e do Sistema de Informação de Mortalidade, do período de 2010 a 2014, de um município do Estado do Paraná. Foram extraídas estatísticas descritivas, e utilizado mineração de dados, por meio dos algoritmos J48 e NPP. As relações identificadas entre o baixo peso ao nascer e a idade gestacional; observou-se que mães com mais de um nascido morto tiveram crianças prematuras; não foram identificadas associações entre a escolaridade materna e a mortalidade infantil; destacam-se que 56,8% dos óbitos eram evitáveis, sendo a maioria reduzíveis por atenção adequada à mulher durante a gestação. São fatores relacionados à mortalidade infantil o baixo peso ao nascer, idade gestacional e anomalias, isso reforça a necessidade de políticas públicas voltadas à saúde materna e aos nascimentos prematuros.

Palavras-chave


Mortalidade infantil; Mineração de dados; Inteligência artificial

Texto completo:

PDF

Referências


ARECO, K.C.N.; KONSTANTYNER, T.; TADDEI, J.A.A.C. Secular trends in infant mortality by age-group and avoidable components in the State of São Paulo, 1996–2012. Rev Paul Pediatr., v.34, n. 3, p. 263-270, set. 2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Manual de Vigilância do Óbito Infantil e Fetal e do Comitê de Prevenção do Óbito Infantil e Fetal. 2. ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2009.

CARVALHO, D.R.; MOSER, A.D.; SILVA, V.A.; DALAGASSA, M.R. Mineração de Dados aplicada à fisioterapia. Fisioter Mov. Curitiba, v.25, n. 3, p. 595-605, jul./set. 2012.

CARVALHO, R.A.S.; SANTOS, V.S.; MELO, C.M.; GURGEL, R.Q.; OLIVEIRA, C.C.C. Desigualdades em saúde: condições de vida e mortalidade infantil em região do nordeste do Brasil. Rev. Saúde Pública, v.49, n. 05, p. 01-09, fev. 2015.

DOLDAN, R.V.; COSTA, J.S.D.; NUNES, M.F. Fatores associados à mortalidade infantil no Município de Foz do Iguaçu, Paraná, Brasil: estudo caso-controle. Epidemiol. Serv. Saúde, v.20, n. 4, p. 491-498, out./dez. 2011.

FAYYAD, U.; PIATETSKY-SHAPIRO, G.; SMYTH, P.; UTHURUSAMY, R. Advances in knowledge discovery and Data Mining. American Association for Artificial Intelligence. Califórnia: MIT Press; 1996.

FREITAS, A.A.; LAVINGTON, S.H. Mining very large databases with parallel processing. USA: Kluwer Academic Publishers; 1997.

GEIB, L.T.C.; FRÉU, C.M.; BRANDÃO, M.; NUNES, M.L. Determinantes sociais e biológicos da mortalidade infantil em coorte de base populacional em Passo Fundo, Rio Grande do Sul. Cien Saude Colet, v.15, n. 2, p. 363-370, mar. 2010.

GOMES, D.C.; CARVALHO, D.R.; CUBAS, M.R.; SHMEIL, M.A.H. Mineração de Dados no Serviço de Atendimento de Urgências. J. Health Inform, v.6, n. 4, p. 141-146, out./dez.; 2014.

GORGOT, L.R.M.R.; SANTOS, I.; VALLE, N.; MATISAJEVICH, A.; BARROS, A.J.D.; ALBERNAZ, E. Óbitos evitáveis até 48 meses de idade entre as crianças da Coorte de Nascimentos de Pelotas de 2004. Rev Saúde Pública, v.45, n. 2, p. 334-342, fev. 2011.

HALL, M.; FRANK, E.; HOLMES, G.; PFHRINGER, B.; REUTEMANN, P.; WITTEN, I. Weka: The Weka Data Mining Software. 2009. Disponível em: . Acesso em: 2016.

KOSHIDA, S.; YANAGI, T.; ONO, T.; TSUJI, S.; TAKAHASHI, K. Possible Prevention of Neonatal Death: A Regional Population-Based Study in Japan. Yonsei Med J., v.57, n. 2, p. 426-429, mar. 2016.

LIMA, M.C.B.M.; OLIVEIRA, G.S.; LYRA, C.O.; RONCALLI, A.G.; FERREIRA, M.A.F.A. A desigualdade espacial do Baixo Peso ao Nascer no Brasil. Cien Saude Colet, v.18, n. 8, p. 2443-2452, ago. 2013.

MALTA, D.R.; DUARTE, E.C.; ALMEIDA, M.F.; DIAS, M.A.S.; NETO, O.L.M.; MOURA, L.; FERRAZ, W.; SOUZA M.F.M. Lista de causas de mortes evitáveis por intervenções do Sistema Único de Saúde do Brasil. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília, v.16, n. 4, p. 233-244, out./dez. 2007.

MARQUES, L.J.P.; OLIVEIRA, C.M.; BONFIM, C.V. Avaliação da completude e da concordância das variáveis dos Sistemas de Informações sobre Nascidos Vivos e sobre Mortalidade no Recife-PE, 2010-2012. Epidemiol. Serv. Saude, v.25, n. 4, p. 849-854, out./dez. 2016.

MARTINS, C.B.G.; BARCELON, A.A.; LIMA, F.C.A.; GAIVA, M.A.M. Perfil da morbimortalidade de recém-nascidos de risco. Cogitare Enfermagem, v.19, n. 1, p. 109-115, jan./mar.; 2014.

MATIJASEVICH, A.; ESCALANTE-CORTEZ, J.J.; NETO D.R.; FERNANDES, R.M.; VICTORA, C.G. Método para estimação de indicadores de mortalidade infantil e baixo peso ao nascer para municípios do Brasil, 2012. Epidemiol. Serv. Saúde, v.25, n. 3, p. 637-646, jul./set. 2016.

RAMALHO, W.M.; SARDINHA, L.M.V.; RODRIGUES, I.P.; DUARTE, E.C. Inequalities in infant mortality among municipalities in Brazil according to the Family Development Index, 2006-2008. Rev. Panam Salud Publica, v.33, n. 03, p. 205-12, mar. 2013.

REIS, A.T.; SANTOS, R.S.; MENDES, T.A.R. Prevalência de Malformações Congênitas no Município do Rio de Janeiro, Brasil, entre 2000 e 2006. Rev. Enferm. UERJ, v.19, n. 3, p. 364-8, jul./set.; 2011.

RIBEIRO, A.M.; GUIMARÃES, M.J.; LIMA, M.C.; SARINHO, S.W.; COUTINHO, S.B. Fatores de risco para mortalidade neonatal em crianças com baixo peso ao nascer. Rev. Saúde Pública, v.43, n. 2, p. 246-255, fev. 2009.

TEIXEIRA, G.A.; COSTA, F.M.L.; MATA, M.S.; CARVALHO, J.B.L.; SOUZA, N.L.; SILVA, R.A.R. Fatores de risco para mortalidade neonatal na primeira semana de vida. J. res.: fundam. Care. online, v.8, n. 1, p. 4036-4046, jan./mar.; 2016.

TEIXEIRA, R.S.; COLMANETTI, J.B.; CARVALHO, D.R. Post-processing of classifiers – KDD. Iberoam J Applied Comput., v.5, n. 1, p. 1-6, abr. 2015.

VICTORA, C.G.; AQUINO, E.M.L.; LEAL, M.C.; MONTEIRO, C.A.; BARROS, F.C.; SZWARCWALD, C.L. Maternal and child health in Brazil: progress and challenges. Lancet, v.377, p. 1863-76, 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/1983-1870.2017v10n1p33-41

Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 1983-1870 Impressa
ISSN 2176-9206 On-line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.