ATUAÇÃO DAS UNIVERSIDADES PROMOTORAS DE SAÚDE NA PREVENÇÃO DE NEOPLASIAS DO COLO DO ÚTERO

Karen Fernanda de Deus Dantas, Tamara Fadoni Sahyun Abdalla, Mirian Ueda Yamaguchi, Tânia Maria Gomes Silva, Marcelo Picinin Bernuci

Resumo


Estudo descritivo de corte transversal realizado com mulheres (n= 61) que atuam no setor de limpeza de uma instituição de ensino superior privada no município de Maringá-PR. O objetivo foi avaliar a percepção delas sobre a prevenção da neoplasia do colo do útero. Foram aplicados questionários semiestruturados, elaborados com base nas informações do Instituto Nacional do Câncer. Verificou-se que 8,20% das funcionárias nunca realizaram o preventivo (grupo NR); 26,23% realizaram há mais de dois anos (grupo R+2); 65,57% há menos de dois anos (grupo R-2). Para NR, 20% reconhecem o HPV como fator necessário para o câncer, 43,75% para NR, e 40% para R+2. Para NR, 60% reconhecem que o preventivo auxilia no diagnóstico, 70% para R+2, e 80% para R-2. Para R+2, 25% reconhecem que toda mulher entre 25 e 64 anos de idade deve fazer o exame, e 7,5% para R-2. Para R+2, 12,5% têm hábito de realizar exames rotineiramente, e 30% para R-2. Conclui-se que a adesão ao exame preventivo é intuitiva e o conhecimento sobre a doença é limitado, ressaltando a necessidade de educação em saúde.

Palavras-chave


Promoção da saúde; Educação em saúde; Neoplasias do colo do útero

Texto completo:

PDF

Referências


Lopez MS, Baker ES, Maza M, Fontes-Cintra G, Lopez A, Carvajal JM, et al. Cervical cancer prevention and treatment in Latin America. J Surg Oncol. [Internet] 2017 Apr; [citado 2018 Jul 27]. 115(5):615–8. Disponível em: . DOI: https://doi.org/10.1002/jso.24544

Instituto Nacional de Câncer Jose Alencar Gomes da Silva (INCA). Estimativa 2018: incidência de câncer no Brasil - síntese de resultados e comentários. [Internet]. Rio de Janeiro: INCA, 2018. [citado 2018 Jul 27]. Disponível em: .

Instituto Nacional de Câncer Jose Alencar Gomes da Silva (INCA). Perguntas mais frequentes: HPV - câncer do colo do útero. [Internet]. Rio de Janeiro: INCA, 2018. [citado 2018 Jul 25]. Disponível em: .

Instituto Nacional de Câncer Jose Alencar Gomes da Silva (INCA). Ações e Programas no Brasil: controle do câncer do colo do útero. [Internet]. Rio de Janeiro: INCA; 2018. [citado 2018 Jul 27]. Disponível em: .

Instituto Nacional de Câncer Jose Alencar Gomes da Silva (INCA). Parâmetros técnicos para o rastreamento do câncer do colo do útero. [Internet]. Rio de Janeiro: INCA; 2019. [citado 2019 Jul 27]. Disponível em: .

Girianelli VR, Gamarra CJ, Silva GA. Os grandes contrastes na mortalidade por câncer do colo uterino e de mama no Brasil. Rev. Saúde Pública [Internet]. 2014 Jun. [citado 2019 Sep 02]; 48(3):459-67. Disponível em: DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-8910.2014048005214.

Instituto Nacional de Câncer Jose Alencar Gomes da Silva (INCA). Coordenação de Prevenção e Vigilância. Divisão de Detecção Precoce e Apoio à Organização de Rede. Diretrizes brasileiras para o rastreamento do câncer do colo do útero. 2. ed. rev. Rio de Janeiro: INCA; 2016.

Aguilar RP, Soares DA. Barreiras à realização do exame Papanicolau: perspectivas de usuárias e profissionais da Estratégia de Saúde da Família da cidade de Vitória da Conquista-BA. Physis. 2015; 25(2):359-79.

Souza G, Alves OS. Estratégias educativas para prevenção e redução da morbimortalidade do câncer do colo uterino. SaudPesq. 2015; 8(2):317-26.

Chiesa AM, Zoboli ELCP, Granja GF. Atenção à saúde na perspectiva da equidade. Pelicioni MCF, Mialhe FL, organizadores. Educação e promoção da saúde: teoria e prática. Rio de Janeiro: Santos; 2019. p. xxx-xxx.

Luszczynska A, Durawa AB, Scholz U, Knoll N. Empowerment beliefs and intention to uptake cervical cancer screening: three psychosocial mediating mechanisms. J Women & Health. [Internet]. 2012 [citado 2018 Jul 27]; 52(2): 162-81. Disponível em: . DOI: https://doi.org/10.1080/03630242.2012.656187.

Suárez-Reyes M, Van-den-Broucke S. Implementing the Health Promoting University approach in culturally different contexts: a systematic review. IUHPE – Global Health Promotion. [Internet]. 2016 [citado 2018 Jul 27]; 23(Supp. 1):46-6. Disponível em: . DOI: https://doi.org/10.1177/1757975915623933.

Maniva SJCF, Carvalho ZMF, Gomes RKG, Carvalho REFL, Ximenes LB, Freitas CHA. Tecnologias educativas para educação em saúde no acidente vascular cerebral: revisão integrativa. Rev. Bras. Enferm. [Internet]. 2018 [citado 2019 Set 02]; 71(Suppl 4):1724-31. Disponível em: . DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0693.

Ribeiro CM, Dias MBKneipp, Sole Pla MA, Correa FM, Russomano FB, Tomazelli JG. Parâmetros para a programação de procedimentos da linha de cuidado do câncer do colo do útero no Brasil. Cad. Saúde Pública [Internet]. 2019 [citado 2019 Set 02]; 35(6): e00183118. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2019000705008&lng=en. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0102-311x00183118.

Teixeira JC, Maestri CA, Machado HC, Zeferino LC, Carvalho NS. Cervical Cancer registered in two developed regions from Brazil: upper limit of reachable results from opportunistic screening. Rev. Bras. Ginecol. Obstet. [Internet]. 2018 June [citado 2018 Oct 17]; 40(6):347-53. Disponível em: . DOI: http://dx.doi.org/10.1055/s-0038-1660841.

Silva RCG, Silva ACO, Peres AL, Oliveira SR. Perfil de mulheres com câncer de colo do útero atendidas para tratamento em centro de oncologia. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. [Internet]. 2018 Dec [citado 2019 Set 01]; 18(4):695-702. Disponível em: . DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1806-93042018000400002.

Hamoonga TE, Likwa RN, Musonda P, Michelo C. Higher educational attainment associated with reduced likelihood of abnormal cervical lesions among Zambian women - a cross sectional study. BMC Cancer. [Internet]. 2017; [citado 2019 Set 01]; 17(1):1-12. Disponível em: . DOI: https://doi.org/10.1186/s12885-017-3680-z.

Broberg G, Wang J, Östberg AL, Adolfsson A, Nemes S, et al. Socio-economic and demographic determinants affecting participation in the Swedish cervical screening program: A population-based case-control study. PLOS ONE. [Internet]. 2018 [citado 2019 Set 01]; 13(1): e0190171. Disponível em: . DOI: https://doi.org/10.1371/journal.pone.0190171

Costa PF, Cerqueira-Santos E. Fatores associados ao uso de preservativo e relações com prostitutas entre caminhoneiros do Brasil. Psic., Saúde & Doenças. [Internet]. 2018 Dez [citado 2019 Set 01]; 19(3):617-27. Disponível em: . DOI: http://dx.doi.org/10.15309/18psd1912.

Nascimento EGC, Cavalcanti MAF, Alchieri JC. Adesão ao uso da camisinha: a realidade comportamental no interior do Nordeste do Brasil. Rev. Salud pública [Internet]. 2017 Fev [citado 2018 Out 16]; 19(1):39-44. Disponível em: . DOI https://doi.org/10.15446/rsap.v19n1.44544.

Conde C, Lemos TM, Ferreira ML. Características sociodemográficas, individuales y de programación de las mujeres con cáncer cervical. Enferm. glob. [Internet] 2018 [citado 2018 Out 16]; 17(1):348-80. Disponível em: .

Larasati L, Afiyanti Y, Rahmab H, Milanti A. Women’s knowledge, beliefs, and behaviors toward the prevention of human papillomavirus transmission. Enfermería Clínica. [Internet] 2018 [citado 2018 Out 16]; 28(Suppl 1):191-4. Disponível em: . DOI http://dx.doi.org/10.1016/s1130-8621(18)30065-2

Mruts K, Gebremariam T. Conhecimento e percepção em relação ao câncer cervical entre estudantes universitarias Debre Berhan. J Pacífico Asiático de Preven Câncer. [Internet] 2018 [citado 2018 Out 16]; 19(7):1771-7. Disponível em: https://10.22034/APJCP.2018.19.7.1771.

Navarro C, Fonseca AJ, Sibajev A, Souza CIA, Araújo DS, Teles DAF, et al. Cervical cancer screening coverage in a high-incidence region. Rev. Saúde Pública. [Internet] 2015 [citado 2018 Out 16]; 49:17. Disponível em: . DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-8910.2015049005554.

Bilotti CC, Nepomuceno LD, Altizani GM, Macuch RS, Lucena TFR, Bortolozzi F, et al. M-Health no controle do câncer de colo do útero: pré-requisitos para o desenvolvimento de um aplicativo para smartphones. Reciis: Rev Eletron Comun Inf Inov Saúde. [Internet] 2017 [citado 2018 Out 16]; 11(2):1-18. Disponível em: .

Naz MSG, Kariman N, Ebadi A, Ozgoli G, Ghasemi V, Fakari FR. Educational interventions for Cervical Cancer Screening Behavior of Women: a systematic review. Asian Pac J Cancer Prev. [Internet] 2018 [citado 2018 Out 16]; 19(4):875-84. DOI: 10.22034/APJCP.2018.19.4.875.

Pereira JD, Lemos MS. Preditores motivacionais de adesão à prevenção do câncer do colo do útero em estudantes universitárias. Estud. psicol. (Campinas). [Internet] 2019 [citado 2019 Set 04]; 36:e170073. Disponível em: . DOI https://dx.doi.org/10.1590/1982-0275201936e170073.




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/2176-9206.2019v12n3p601-610

Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9206 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1983-1870 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.