<b>Desenvolvimento e Avaliação de uma Bacterina Contra Colibacilose em Suínos

  • Rubiana Midori Anami Cesumar
  • José Maurício Gonçalves dos Santos Cesumar
  • Suelen Regina Ferreira Coroaves
Palavras-chave: Diarréia Neonatal, Leitão, Maternidade, Neonatal Diarrhea, Piglets, Maternity.

Resumo

A colibacilose pode manifestar-se sob a forma de uma severa diarréia, dependendo das cepas bacterianas envolvidas - de maior ou menor patogenicidade -, do meio ambiente, do manejo geral e sanitário dos animais, da higiene e desinfecção das instalações, da imunidade da porca progenitora dos leitões e das características genéticas dos animais em questão. Foram coletadas amostras de diarréia em 31 leitões nas fases de maternidade e creche, em duas granjas nas regiões Norte e Noroeste do Paraná, para a produção de uma bacterina formolizada visando ao controle da colibacilose neonatal. As porcas do experimento foram vacinadas duas vezes - quatro e duas semanas antes do parto. Houve uma redução no percentual de leitões que apresentavam diarréia de 90% para 17% (P<0,0001), durante a primeira semana de vida. O uso de autovacina contra a colibacilose em leitões, administrada nas porcas durante a fase de gestação, mostrou-se eficiente na redução da incidência de diarréia neonatal.

Biografia do Autor

Rubiana Midori Anami, Cesumar
Médica Veterinária pelo Centro Universitário de Maringá - CESUMAR; Ex-Bolsista Probic-CESUMAR. E-mail: rubsrubs@pop.com.br
José Maurício Gonçalves dos Santos, Cesumar
Orientador e Docente Doutor dos Cursos de Medicina Veterinária e CST - Agronegócio do Centro Universitário de Maringá - CESUMAR; Médico Veterinário. E-mail: jmgds@cesumar. br
Suelen Regina Ferreira, Coroaves
Co-orientadora da Pesquisa; Médica Veterinária do Abatedouro Coroaves Ltda. E-mail: suelen@coroaves.com.br
Publicado
2008-10-27
Seção
Artigos de Iniciação Científica