<b>Obtenção de Formas Cosméticas a Partir do Extrato Aquoso de Quinoa (Chenopodium quinoa Willd.)

  • Islaine Helena Fedrigo Faculdade Integrado de Campo Mourão
  • Ana Paula Borgo Faculdade Integrado de Campo Mourão
  • Francieli Ramos Baggio Faculdade Integrado de Campo Mourão
  • Diego Castro Musial Faculdade Integrado de Campo Mourão
  • Sergio Alexandre Valentini Faculdade Integrado de Campo Mourão
Palavras-chave: Chenopodium quinoa, Fitocosmética, Saponina.

Resumo

A quinoa (Chenopodium quinoa Willd.) apresenta-se distribuída pelo mundo, com várias espécies, cerca de 250 identificadas cientificamente. As primeiras linhagens obtidas no Cerrado apresentam níveis variáveis de saponina, substância solúvel em água, que ocorre no episperma da semente. A quinoa apresenta maior quantidade de proteína e mais equilíbrio na distribuição de aminoácidos essenciais do que os cereais e assemelha-se à caseína – fração proteica do leite. Outras características de cada componente do grão de quinoa é o conteúdo de gorduras superior ao dos cereais, com composição similar à da soja, uma fonte rica em ácidos graxos essenciais, dos quais os ácidos linolêico e o linolênico correspondem a 60% dos componentes totais do fruto. Devido à carência de dados na literatura sobre os grupos de interesse fitocosméticos presentes no fruto da quinoa e seu potencial toxicológico, o estudo em questão teve como objetivo avaliar a presença ou ausência desses grupos presentes na mesma e o seu potencial toxicológico agudo. A espécie Chenopodium quinoa estudada foi coletada no Horto da Faculdade Integrado de Campo Mourão. A triagem fitoquímica revela a presença de saponinas, grupamento também presente nas espécies cultivada nos Andes, de acordo com a literatura. A avaliação do potencial toxicológico frente aos microscrutáceos de Artemia salina demonstra que as saponinas presentes na quinoa possuem um potencial toxicológico. A partir do extrato aquoso foi possível desenvolver três formas farmacêuticas de uso externo compatíveis farmacotecnicamente comprovando que o extrato aquoso da quinoa possui potencial fitocosmético.

Biografia do Autor

Islaine Helena Fedrigo, Faculdade Integrado de Campo Mourão
Discente do curso de Farmácia na Faculdade Integrado de Campo Mourão. E-mail: ih.fedrigo@hotmail.com
Ana Paula Borgo, Faculdade Integrado de Campo Mourão
Discente do curso de Farmácia na Faculdade Integrado de Campo Mourão. E-mail: apb.borgo@hotmail.com
Francieli Ramos Baggio, Faculdade Integrado de Campo Mourão
Discente do curso de Farmácia na Faculdade Integrado de Campo Mourão. E-mail: francielibaggio@hotmail.com
Diego Castro Musial, Faculdade Integrado de Campo Mourão
D
Sergio Alexandre Valentini, Faculdade Integrado de Campo Mourão
Doutorando e Docente do curso de Farmácia na Faculdade Integrado de Campo Mourão. E-mail: sergio.valentini@grupointegrado.br
Publicado
2010-09-22
Seção
Artigos Originais