<b>Avaliação do Equilíbrio Estático de Indivíduos Amputados Transtibiais Unilaterais

  • Débora Pes Hackmann Bocchese
  • Luiz Otávio Rosa Gama Universidade de Passo Fundo - UPF
Palavras-chave: Amputação, Equilíbrio, Pressão Plantar

Resumo

Para haver a manutenção do equilíbrio, faz-se necessário que estejam íntegros os elementos anatômicos e funcionais. Estudar o equilíbrio estático de indivíduos amputados transtibiais comparando com o equilíbrio estático de pacientes não amputados, e identificar se houve ou não deslocamento do centro de força corporal desses indivíduos. A amostra foi composta por 8 indivíduos do grupo amputado e 8 do grupo controle, onde cada grupo realizou a avaliação baropodométrica, e fotos durante 30 segundos, que foram analisadas no Software SAPO. Os achados foram estatisticamente significativos para a oscilação da cabeça, e não houve comprovação estatística para oscilação de tronco. O centro de força dos indivíduos amputados tendeu para uma maior força no antepé. Evidencia-se a importância da reabilitação adequada e novas pesquisas objetivando tornar estes pacientes mais aptos para suas atividades de vida diária e tornar a protetização mais eficaz e funcional.

Biografia do Autor

Débora Pes Hackmann Bocchese
Especialista em Ortopedia e Traumatologia pela ACE/IOT- Faculdade Guilherme Guimbala; E-mail: deborafisioterapia@bol.com.br
Luiz Otávio Rosa Gama, Universidade de Passo Fundo - UPF
Fisioterapeuta, Mestre em Neurociências, Docente do curso de Fisioterapia Universidade de Passo Fundo - UPF
Publicado
2012-12-26
Seção
Artigos Originais