Senso Crítico e Objetividade na Pesquisa em Comunicação: Mito ou Realidade

Cláudia Regina da Silva Franzão, Flaviana Machado Tannus, Mayra Fernanda Ferreira, Rodrigo Daniel Levoti Portari, Tânia Ferrarin Olivatti

Resumo


Elementar em qualquer área do conhecimento, a postura crítica do pesquisador, seja ele das ciências exatas ou não, caminha ao lado da objetividade. Entretanto, até que ponto o estudioso dos fenômenos comunicacionais consegue tratar seu objeto com isenção? Enquanto sujeito social e histórico, o pesquisador que assume como objeto um produto midiático consegue sair da imersão à qual foi submetido em toda a sua vida, por ser ele mesmo um produto da mídia? Ao longo deste artigo, pretendemos responder a estas perguntas, apontando as perspectivas da Comunicação enquanto campo científico e sua relação com o cotidiano de quem se debruça sobre ele.

Palavras-chave


Pesquisa em Comunicação; Senso crítico; Senso comum; Objetividade; Subjetividade;Research in Communication; Critical Sense; Ordinary Sense; Objectivity; Subjectivity.

Texto completo:

Artigo_Pdf


Revista Cesumar – Ciências Humanas e Sociais Aplicadas
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9176 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br

ISSN 1516-2664 Versão impressa interrompido em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.