FATORES QUE CONTRIBUEM PARA A ROTATIVIDADE E FIDELIZAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM

Clovis Guse, Denilsen Carvalho Gomes, Deborah Ribeiro Carvalho

Resumo


O objetivo deste estudo foi identificar fatores de rotatividade e fidelização de profissionais de enfermagem. Estudo descritivo e quantitativo, envolvendo 102 profissionais de enfermagem desligados de serviços de saúde entre 2013 e 2014. Foram coletados dados por meio de um formulário eletrônico e, a partir da mineração de dados, descobertos padrões, posteriormente avaliados por cinco especialistas. Foram identificados como fatores de rotatividade e fidelização de profissionais de enfermagem: comunicação entre funcionários e chefia; repasse de assuntos importantes e mudanças na empresa; tratamento entre chefia e subordinado; oportunidade de influenciar a tomada de decisão; reconhecimento profissional, aliado ao crescimento na organização e promoções aos profissionais mais qualificados; salário adequado; carga de trabalho; e ambiente saudável. Os fatores identificados podem refletir em condições desfavoráveis ao trabalho dos profissionais de enfermagem, contribuindo para a rotatividade, se adequados e trabalhados pelos gestores, colaboram para melhores resultados na instituição e para a satisfação e fidelização dos profissionais.

Palavras-chave


Pessoal de Saúde; Serviço Hospitalar de Enfermagem; Mineração de Dados; Recursos Humanos de Enfermagem no Hospital.

Texto completo:

PDF PDF

Referências


Nomura FH, Gaidzinski RR. Rotatividade da equipe de enfermagem: estudo em hospital-escola. Rev. Latino-Am. Enfermagem [internet] 2005 out [acesso em 2017 Jul 1]; 13(5): 648-53. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-11692005000500007&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692005000500007.

Head BA, Washington KT, Myers J. Job satisfaction, intent to stay and recommended job improvements: the palliative nursing assistant speaks. Journal of Palliative Medicine [internet] 2013 Nov [cited 2017 May 13]; 16(11):1356-61. Available from: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24063551.

Hendrix HM. Manual de Organização e Avaliação de Serviço de Enfermagem. São Paulo: Centro São Camilo de Desenvolvimento e Administração da Saúde; 1982.

Campos CVA, Malik AM. Satisfação no trabalho e rotatividade dos médicos do Programa de Saúde da Família. Rev Adm Pública [internet] 2008 mar-abr [acesso em 2017 Ago 17]; 42(2):347-368. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-76122008000200007&lng=en&nrm=iso&tlng=pt.

Sancho LG, Carmo JM, Sancho RG, Bahia L. Rotatividade na força de trabalho da rede municipal de saúde de Belo Horizonte, Minas Gerais: um estudo de caso. Trabalho, Educação e Saúde [internet] 2011 nov [acesso em 2016 Set 02]; 9(3):431-47. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tes/v9n3/v9n3a05.pdf.

Jones CB. Staff nurse turnover costs: Part II, Measurements and results. J Nurs Adm. [internet] 1990 Apr [cited 2017 Mar 07]; 20(5):18-23. Available from: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/2271020.

Magalhães AMM, Dall’agnoL CM, Marck PB. Nursing workload and patient safety - a mixed method study with an ecological restorative approach. Rev. Latino-Am. Enfermagem [internet] 2013 Feb [cited 2016 Set 10]; 21(spe):146-54. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-11692013000700019&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692013000700019

Buffington A, Zwink J, Fink R, Devine D, Sanders C. Factors Affecting Nurse Retention at an Academic Magnet® Hospital. J Nursing Administ [internet] 2012 May [cited 2017 Jul 07]; 42(5):273-81. Available from: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22525291.

Pagno MS, Faveri F. Rotatividade da equipe de enfermagem: análise dos fatores relacionados. Revista de Administração Hospitalar e Inovação em Saúde [internet] 2014 [acesso em 2017 Jul 10]; 11(2):136-42. Disponível em: http://revistas.face.ufmg.br/index.php/rahis/article/view/2061DOI: http://dx.doi.org/10.21450/rahis.v11i2.2061.

Fayyad U, Piatetsky-shapiro G, Smyth P, Uthurusamy R. Advances in knowledge discovery and Data Mining. American Association for Artificial Intelligence. Menlo Park, CA: MIT Press; 1996.

Albuquerque EM. Avaliação da técnica de amostragem “Respondent-driven Sampling” na estimação de prevalências de Doenças Transmissíveis em populações organizadas em redes complexas [dissertação]. Rio de Janeiro: Fundação Oswaldo Cruz; 2009. 99 p.

Rodrigues BC, Mazza VA, Higarashi IH. Social support network of nurses for the care of their own children. Texto & Contexto Enferm. [internet] 2014 Apr-Jun [cited 2018 Feb 18]; 23(2):460-68. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072014000200460&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072014001070013.

Garcia AB, Dellaroza MSG, Haddad MCL, Pachemshy LR. Prazer no trabalho de técnicos de enfermagem do pronto-socorro de um hospital universitário público. Rev Gaúcha Enferm. [internet] 2012 jun [acesso em 2018 Fev 17]; 33(2): 153-59. Disponível em: http://www.seer.ufrgs.br/RevistaGauchadeEnfermagem/article/viewFile/23021/19506.

Ambrósio BT, Benincá FB, Fejoli MM, Siqueira MM, Buaiz V. Rede de atenção aos usuários de substâncias psicoativas: mapeamento de serviços e equipes de enfermagem. Rev. Eletr. Enf. [Internet] 2009 [acesso em 2018 Fev 17];11(2):318-26. Disponível em: http://www.fen.ufg.br/revista/v11/n2/v11n2a12.htm.

Kvist T, Mäntynen R, Partanen P, Hannele T, Miettinen M, Vehviläinen-Julkunen K. The job satisfaction of finish nursing staff: the development of a job satisfaction scala and survey results. Nurs Res and Pract. [internet] 2012 Oct [cited 2017 Set 10]; 11 pages. Available from: http://www.hindawi.com/journals/nrp/2012/210509/. http://dx.doi.org/10.1155/2012/210509

Sapountzi-Krepia D, Zyga S, Prezerakos P, Malliarou M, Efstathiou C, Christodoulou K, Charalambous G. Kuopio University Hospital Job Satisfaction Scale (KUHJSS): its validation in the Greek language. J Nurs Manag. [internet] 2017 Jan [cited 2018 Feb 18]; 25(1):13-21. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27550236. doi: 10.1111/jonm.12418.

Likert R. A technique for the measurement of attitudes. Archives of Psychology [internet] 1932 Jun [cited 2017 Set 10]; 22(140): 5-55. Available from: https://legacy.voteview.com/pdf/Likert_1932.pdf.

Hall M, Frank E, Holmes G, Pfhringer B, Reutemann P, Witten I. WEKA - The Weka Data Mining Software. 2009 [cited 2017 Set 10]. Available from: http://www.cs.waikato.ac.nz/ml/weka.

Borgelt C. Apriori - Association Rule Induction. 2004 [cited 2017 Set 10]. Available from: www.borgelt.net/apriori.html.

Milani CS, Carvalho DR. Pós-Processamento em KDD. Revista de Engenharia e Tecnologia [internet] 2013 [acesso em 2016 Dez 10]; 5(1). Disponível em: http://www.revistaret.com.br/ojs-2.2.3/index.php/ret/article/viewFile/170/182.

Carvalho DR, Moser AD, Silva VA, Dallagassa MR. Mineração de dados aplicada à fisioterapia. Fisioter. Mov. [internet] 2012 set [acesso em 2017 Ago 11]; 25(3):595-605. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/fm/v25n3/15.pdf.

Waltz CF, Strickland OL, Lenz ER. Measurement in nursing and Health Research, Philadelphia, USA: FA Davis Company; 1991.

Guse C, Carvalho DRR. Rotatividade nos Profissionais de Enfermagem. Revista Publ. UEPG [internet] 2015 jan-jun [acesso em 2016 Dez 10]; 21(1):47-64. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5212/publicatio%20uepg.v21i1.7405.

Daud-gallotti RM, Costa SF, GuimarãesT, Padilha KG, Inoue EN, Vasconcelos TN, et al. Nursing workload as a risk factor for healthcare associated infections in ICU: a prospective study. PlosOne [internet] 2012 Dec [cited 2017 Aug 01]; 12:e52342. Available from: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3531467/.

Cho SH, Lee JY, Mark BA, Yun SC. Turnover of new graduate nurses in their first job using survival analysis. J Nurs Scholarsh. [internet] 2012 Mar [cited 2018 Feb 19];44(1):63-70. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22233430doi: 10.1111/j.1547-5069.2011.01428.x.

Homburg V1, van der Heijden B, Valkenburg L. Why do nurses change jobs? An empirical study on determinants of specific nurses’ post-exit destinations. J Nurs Manag. [internet] 2013 Sep [cited 2018 Feb 19]; 21(6):817-26. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23952764. doi: 10.1111/jonm.12142.

Poeira A, Mamede RP. Os fatores determinantes da rotatividade externa dos enfermeiros: vínculo contratual, incentivos salariais ou reconhecimento profissional. Revista de Enfermagem Referência [internet] 2011 jul [acesso em 2018 Fev 17]; III série (4):107-14. Disponível em: http://www.redalyc.org/html/3882/388239963014/.

Santos JLG, Prochnow AG, Lima SBS, Leite JL, Erdmann AL. Communication conceptions in Hospital Nursing Management between head nurses in a University Hospital. Rev. esc. enferm. USP [internet] 2011 Aug [cited 2018 Feb 18] ; 45(4): 959-65. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342011000400024&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342011000400024.

Machado MH, Santos MR, Oliveira E, Wermelinger M, Vieira M, Lemos W et al. Condições de trabalho da enfermagem. Enfermagem em foco [internet] 2016 [acesso em 2018 Fev 17]; 7(esp):63-76. Disponível em: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/695/305.

Nunes CM, Tronchin DMR, Melleiro MM, Kurcgant P. Satisfação e insatisfação no trabalho na percepção de enfermeiros de um hospital universitário. Rev. Eletr. Enf. [internet] 2010 [acesso em 2018 Fev 17]; 12(2):252-7. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5216/10.5216/ree.v12i2.7006.

Lages CEB, Alves MS. (Des)valorização da enfermagem: implicações no cotidiano do enfermeiro. Enfermagem em foco [internet] 2016 [acesso em 2017 Ago 12]; 7(3/4):12-16. Disponível em: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2016.v7.n3/4.908.

Rocha FLR, Gaioli CCLO, Camelo SHH, Mininel VA, Vegro TC. Organizational culture of a psychiatric hospital and resilience of nursing workers. Rev. Bras. Enferm. [Internet] 2016 Oct [cited 2017 Aug 04]; 69(5): 817-24. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672016000500817&lng=pt. http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167.2016690501.

Bakker AB, Albrecht SL, Leiter MP, Simon L. Key questions regarding work engagement. European Journal of Work and Organizational Psychology [internet] 2011 [cited 2018 Feb 17]; 20(1):4-28. Available from: http://dro.deakin.edu.au/view/DU:30088374. http://dro.deakin.edu.au/view/DU:30088374

Zavala MOQ, Klinj TP, Carrillo KLS. Qualidade de vida no trabalho do pessoal de enfermagem de instituições públicas de saúde. Rev. Latino-Am. Enfermagem [internet] 2016 [acesso em 2017 Ago 12]; 24:e2713. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v24/pt_0104-1169-rlae-24-02713.pdf.




DOI: http://dx.doi.org/10.17765/1983-1870.2018v11n1p57-67

Saúde e Pesquisa
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 1983-1870 Impressa
ISSN 2176-9206 On-line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.