Aplicação de complexo hidrossolúvel na formação de mudas de maracujazeiro-azedo

Palavras-chave: Dose, Fertilização, Intervalo de aplicação, Passiflora eduli, Propagação

Resumo

O maracujazeiro-azedo ou amarelo é propagado basicamente por sementes, e tem-se observado que os produtores têm demandado tecnologia que resulte na produção de mudas mais vigorosas e de melhor qualidade, na expectativa de melhores rendimentos a campo. Dessa forma, a nutrição das mudas durante a sua formação tem participação marcante neste contexto, sendo assim o uso de um produto alternativo como fonte de nutrientes minerais favoreceria a sua formação e ao mesmo tempo o seu sistema de produção em busca de uma melhor relação entre custo, benefício e ambiente. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do complexo hidrossolúvel em diferentes frequências de aplicação e concentrações no crescimento e desenvolvimento de mudas de maracujazeiro-azedo. Mudas de maracujazeiro-azedo foram formadas em tubetes acondicionadas em estufa plástica entre os meses de setembro e dezembro de 2013. O complexo hidrossolúvel (CH) foi aplicado em cobertura mediante fertirrigação manual com soluções nas concentrações de 0, 250, 500 e 1000 mg L-1 e em diferentes intervalos de aplicação (10, 20 e 30 dias) sobre as mudas na presença ou na ausência de adubação química. Aos 90 dias após a semeadura foram efetuadas as avaliações das características altura, diâmetro do colo, número de folhas, comprimento de raiz e massas fresca e seca da parte aérea e do sistema radicular e a área foliar. Os resultados demonstraram que o CH não tem efeito sobre a formação das mudas se aplicado em cobertura em mudas de maracujazeiro-azedo cultivados em substrato sem fertilização química convencional. A aplicação do CH em mudas de maracujazeiro-azedo na concentração de 1000 mg L-1 a cada 20 dias sem ou com adubação química convencional promove aumento do diâmetro do colo e a aplicação de 250 mg L-1 do CH independente da frequência de aplicação testada promove o aumento da massa radicular.

Biografia do Autor

Mauro Brasil Dias Tofanelli, Universidade Federal do Paraná - UFPR
Docente permanente do Programa de Pós-graduação em Agronomia - Produção Vegetal (PGAPV), Departamento de Fitotecnia e Fitossanidade, da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba (PR), Brasil.
Rodrigo Teles dos Santos, Agrotis
Engenheiro Agrônomo, Agrotis, Curitiba (PR), Brasil.

Referências

BERTANI, R. M. A.; SILVA, S. P.; DEUS, A. C. F.; ANTUNES, A. M.; FISCHER, I. H. Doses de nitrogênio no desenvolvimento de mudas altas de maracujá-amarelo. Revista de Agricultura Neotropical, Cassilândia, v. 6, n. 1, p. 29-35, jan./mar. 2019. DOI: https://doi.org/10.32404/rean.v6i1.2403.

BESTEREKOV, U.; NURASHEVA, K. K.; NAZARBEK, U. B.; NAZARBEKOVA, S. P.; BOLYSBEK, A. A. Complex mineral fertilizers: opportunities of manufacturing them from technogenic wastes. Oriental Journal of Chemistry, Madhya Pradesh, v. 33, n. 1, p. 92-103, 2017. DOI: http://dx.doi.org/10.13005/ojc/330110.

CARNEIRO, R. S. DE A.; VIEIRA, C. R. Produção de mudas de espécies florestais em substrato contendo esterco de aves ou esterco bovino. Ensaios e Ciência: Ciências Biológicas Agrárias e da Saúde, Londrina, v. 24, n. 4, p. 386-395, 2020. DOI: https://doi.org/10.17921/1415-6938.2020v24n4p386-395.

CARVALHO, F. C. de; SILVA, C. M. da; BAUCHROWITZ, I. M.; FRANCISCO, A. L. O. de; SILVEIRA, D. M.; MACIEL NETO, P. S. M. Influência da adubação foliar na produção de mudas de maracujá-amarelo. Scientia Rural, Ponta Grossa, v. 1, n. 19, p. 1-5, jan./jul. 2019. Disponível em: http://www.cescage.com.br/revistas/index.php/ScientiaRural/article/view/241. Acesso em: 11 mar. 2021.

CRUZ, M. C. M.; RAMOS, J. D.; OLIVEIRA, D. L. D.; MARQUES, V. B.; HAFLE, O. M. Utilização de água residuária de suinocultura na produção de mudas de maracujazeiro-azedo cv Redondo Azedo. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 30, n. 4, p. 1107-1112, dez. 2008.

FERREIRA, D. F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, n. 6, p. 1039-1042, dez. 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-70542011000600001.

GONÇALVES, B. H. L.; SOUZA, J. M. A.; FERRAZ, R. A.; TECCHIO, M. A.; LEONEL, S. Efeito do bioestimulante Stimulate® no desenvolvimento de mudas de maracujazeiro cv. BRS Rubi do Cerrado. Revista de Ciências Agrárias, Lisboa, v. 41, n. 1, p. 147-155, 2018. DOI: https://doi.org/10.19084/RCA16077.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Sistema IBGE de recuperação automática. Sidra. Brasília. Disponível em: http://www.sidra.ibge.gov.br. Acesso em: 26 jun. 2020.

JOVOVIĆ, Z.; SALKIĆ, B.; VELIMIROVIĆ, A.; VUKIĆEVIĆ, P.; SALKIĆ, A. Production of immortelle seedlings according to the principles of organic production. International Journal of Plant & Soil Science, Hooghly, v. 21, n. 6, p. 1-5, 2018. DOI: https://doi.org/10.9734/IJPSS/2018/39592.

KATO, D. S.; SILVA, C. M.; HIGUCHI, M. T.; BAUCHROWITZ, I. M.; SANTOS NETO, J.; SHIMIZU, G. D.; OLIVEIRA, A. F. Produção de mudas de maracujá amarelo submetidas a doses crescentes de adubação de liberação lenta. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, Londrina, v. 34, n. esp., p. 310-320, set. 2018. Disponível em: http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/510. Acesso em: 20 jul. 2020.

KIRKBY, E. A.; RÖMHELD, V. Micronutrientes na fisiologia de plantas: funções, absorção e mobilidade. Encarte Técnico, Norcross: IPNI, 2007. 24p. (Tradução. Informações Agronômicas, 118). Disponível em: http://www.ipni.net/publication/ia-brasil.nsf. Acesso em: 05 jun. 2020.

LIMA, A. de A. (ed.). Maracujá: produção - aspectos técnicos. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, 2002. 104p. (Frutas do Brasil, 15).

MAGALHÃES, C. A. S.; MORALES, M. M.; REZENDE, F. A.; LANGER, J. Eficiência de fertilizantes organominerais fosfatados em mudas de eucalipto. Scientia Agraria, Curitiba, v. 18, n. 4, p. 80-85, out./dez. 2017. DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rsa.v18i4.52247.

MIYAKE, R. T. M.; CRESTE, J. E.; NARITA, N.; GUERRA, W. E. X. Substrato e adubação nitrogenada na produção de mudas de maracujazeiro amarelo em condições protegidas. Colloquium Agrariae, Presidente Prudente, v. 13, n. 1, p. 57-65, jan./abr. 2017. DOI: https://doi.org/10.5747/ca.2017.v13.n1.a149.

PINHO, E. K. C.; LOPES, A. N. K.; COSTA, A. C.; SILVA, A. B. V.; VILAR, F. C. M.; REIS, R. de G. E. Substratos e tamanhos de recipiente na produção de mudas de baruzeiro (Dipteryx alata Vog.). Ciência Agrícola, Rio Largo, v. 16, n. 1, p. 11-19, 2018. DOI: https://doi.org/10.28998/rca.v16i1.4303.

QUARESMA, J. P.; PACHECO, D. D.; SILVA, T. C.; BATISTA, C. H. Produção de mudas de maracujazeiro amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa) em resposta a calagem, NPK e micronutrientes. Research, Society and Development, Vargem Grande Paulista, v. 9, n. 8, p. 1-25, 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i8.6372.

RIBEIRO, M. D. S.; SOUSA, V. F. de O.; LEITÃO, E. T. C.; SANTOS, J. J. F. dos; FARIAS, J. A. de; FERREIRA, A. P. N.; SOUSA, M. J. de O. Desenvolvimento de mudas de maracujazeiro amarelo em função de diferentes lâminas de irrigação e concentrações de esterco bovino no substrato. Revista Craibeiras de Agroecologia, v. 1, n. 1, 2017. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/era/article/view/3879. Acesso em: 11 mar. 2021.

SÁ, F. V. S.; BERTINO, A. M. P.; FERREIRA, N. M.; BERTINO, A. M. P.; SOARES, L. S.;

MESQUITA, E. F. Formação de mudas de maracujazeiro amarelo com diferentes doses de esterco caprino e volumes do substrato. Magistra, Cruz das Almas, v. 26, n. 4, p. 486-494, out./dez. 2014.

SILVA, J. R. da. Maracujá: produção, pós-colheita e mercado. Fortaleza: Instituto Frutal, 2004. 77p.

SOUSA, A. N. de; ALMEIDA, D. de M.; BRAGA, R. S. S.; BARBOSA JÚNIOR, V. C.; SANTANA, J. A. S.; CANTO, J. L. do. Produção de mudas de Moringa oleifera em diferentes concentrações de lodo de esgoto tratado com calcário. Diversitas Journal, Santana do Ipanema, v. 5, n. 3, p. 1504-1522, jul./set. 2020. DOI: https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v5i3-958.

SOUZA, J. T.; NUNES, J. C.; CAVALCANTE, L. F.; NUNES, J. A. D. S.; PEREIRA, W. E.; FREIRE, J. L. D. O. Effects of water salinity and organomineral fertilization on leaf composition and production in Passiflora edulis. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 22, n. 8, p. 535-540, ago. 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/1807-1929/agriambi.v22n8p535-540.

TAIZ, L.; ZEIGER, E. Fisiologia vegetal. 4. ed. Trad. Porto Alegre: Artmed, 2009. 819p.

TOFANELLI, M. B. D.; KOGERATSKI, J. F.; SANTOS, R. T. dos; SCHAFHAUSER, J. D. Aplicação em cobertura de complexo hidrossolúvel na formação de mudas de maracujazeiro-azedo. Científica, Jaboticabal, v. 44, n. 2, p. 196-206, 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2016v44n2p196-206.

TOFANELLI, M. B. D.; SANTOS, R. T. dos; KOGERATSKI, J. F. Complexo hidrossolúvel na formação de mudas do porta-enxerto limoeiro 'Cravo'. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 17, n. 4, p. 564-570, 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.5965/223811711732018564.

TOFANELLI, M. B. D.; SANTOS, R. T. dos; SCHAFHAUSER, J. D.; KOGERATSKI, J. F. Complexo de elementos minerais hidrossolúvel na adubação de mudas de mamoeiro ‘Formosa’. Scientia Agraria Paranaensis, Marechal Cândido Rondon, v. 17, n. 3, p. 378-384, jul./set. 2018. Disponível em: http://saber.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/article/view/19737/13450. Acesso em: 11 mar. 2021.

WAGNER JÚNIOR, A.; SANTOS, C. E. M. dos; C. SILVA, J. O. da; PIMENTEL, L. D.; BRUCKNER, C. H.; MAZARO, S. M. Densidade de sementes de três espécies de maracujazeiro na emergência e desenvolvimento inicial das plântulas. Revista Brasileira de Agrociência, Pelotas, v. 17, n. 3-4, p. 359-364, jul./set. 2011.

Publicado
2022-03-31