<b>Centro de Serviços Compartilhados: Um Estudo de Caso Sobre Implantação de Central Funcional em Empresa Pública

Palavras-chave: Central Funcional, Centro de Serviços Compartilhados, Gestão de Pessoas, Gestão Pública

Resumo

Este artigo tem como objetivo descrever a experiência de gestão pública dos Correios do Brasil com a criação da Central de Operações Financeiras de São Paulo - CEOFI-SP, baseada no conceito de Centro de Serviços Compartilhados - CSC, que obteve benefícios vários com a implantação de novas técnicas em gestão: otimização de processos, uniformização de procedimentos, ganhos de recursos, eficiência na prestação de serviços, racionalização de recursos públicos e controle financeiro. Metodologicamente trata-se de uma pesquisa exploratória em que se adotou a estratégia do estudo de caso único conjugado com pesquisa-ação. O caso é particularmente interessante por abordar uma empresa pública com gestão 100% governamental, situação bem diferente dos CSC da Petrobras, Banco do Brasil, dentre os mais conhecidos no setor público, por se tratarem de empresas de capital aberto - economia mista. São apresentados resultados quantitativos e qualitativos que vão desde o ganho de 487 empregados que deixaram de fazer atividades financeiras transacionais replicadas em Diretorias Regionais e foram liberados para se dedicarem às áreas-fins dos Correios - operacional e comercial, com o enriquecimento de suas atribuições, até melhoria em prazos de atendimento, redução de inadimplência, melhoria da qualidade do faturamento e disponibilidade do serviço a crédito por meio de um cadastramento mais ágil. Conclui-se que os resultados validam a experiência e foram alcançados por meio do uso mais eficiente dos recursos já disponíveis e do conhecimento das pessoas que possibilitaram uma nova combinação adequada dos recursos disponíveis.

Biografia do Autor

João Pinheiro de Barros Neto, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP); UNINOVE
Doutor em Ciências Sociais, Professor Assistente Doutor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) na Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Atuária - Departamento de Administração. Atua também na EaD da Universidade de Santo Amaro (SP) e UNINOVE.
João Carlos da Silva
Administrador de Empresas pela Universidade Braz Cubas e Pós-Graduado em Gestão Empresarial pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado - FECAP (SP).
Publicado
2015-08-07
Seção
Artigos Originais