<b>Insatisfação Corporal e Comportamento Alimentar em Frequentadores de Academia

  • Juciane Tonon Chinarelli CESUMAR- Centro Universitário de Maringá
  • Angela Andréia França Gravena CESUMAR- Centro Universitário de Maringá
Palavras-chave: Anorexia nervosa, imagem corporal, atividade física

Resumo

A prática inadequada de dieta e de exercício físico estão sendo cada vez mais adotadas por homens e mulheres que apresentam distorção da imagem corporal. Este estudo teve por objetivo identificar a prevalência de insatisfação corporal e sintomatologia de anorexia nervosa entre frequentadores de academia. Consistiu em um estudo transversal realizado com 100 indivíduos adultos (20 a 59 anos de idade) de ambos os sexos, praticantes de atividade física em uma academia da cidade de Maringá, Estado do Paraná. Foram utilizados os questionários Body Shape Questionnare (BSQ) e EAT 26 para investigar a presença de distorção da imagem corpórea e sintomatologia de anorexia nervosa, respectivamente. O índice de Massa Corporal (IMC) foi utilizado para a classificação do estado nutricional. A distorção da imagem corporal foi identificada em 28,0% dos entrevistados. Um total de 7,0% estava com sintomatologia relacionada à anorexia nervosa. O sexo feminino apresentou de maneira significativa, maior prevalência de insatisfação corporal e sintomas anoréxicos. 21,4% dos adultos com sintomatologia anoréxica apresentaram significativamente distorção da imagem corporal. Conclui-se que os resultados mostraram uma baixa prevalência de insatisfação corporal e sintomatologia de anorexia nervosa, porém houve uma associação significativa entre distorção corporal e sintomatologia de anoréxica.

Biografia do Autor

Juciane Tonon Chinarelli, CESUMAR- Centro Universitário de Maringá
Nutricionista graduada pelo curso de Nutrição do Centro Universitário de Maringá – CESUMAR, Maringá/PR; E-mail: juci_hurci@hotmail.com
Angela Andréia França Gravena, CESUMAR- Centro Universitário de Maringá
Mutrição Clínica
Publicado
2012-06-18
Seção
Artigos Originais