Superação de Dormência em Ormosia arborea (Fabaceae: Papilionoideae) pela Utilização de Dois Métodos de Escarificação Mecânica em Diferentes Pontos do Tegumento

Reginaldo Augusto Basqueira, Henderson Pessa, Thiago de Souza-Leal, Cristiano Pedroso-de-Moraes

Resumo


O estado de dormência em sementes de Ormosia arborea é causado pela impermeabilidade do tegumento. Este trabalho objetivou estudar dois mecanismos de escarificação mecânica em diferentes pontos do tegumento a fim de determinar a melhor metodologia de superação de dormência e germinação da espécie. As sementes foram distribuídas em lotes de quatro placas de Petri, contendo 25 sementes cada, previamente forradas com duas folhas de papel filtro umedecidas com 10 mL de água destilada e levadas à câmara climática B.O.D. sob temperatura de 25°C ± 2 e luz branca de lâmpadas fluorescentes a 32,85 µmol.m-2.s-1 e deixadas até sua germinação. Os resultados obtidos nos testes de germinação foram submetidos à análise de variância de ANOVA e teste Tukey a 5% de probabilidade. Após a análise estatística pode-se auferir que tratamentos de escarificação com lixa na porção mediana da face lateral laranja-avermelhada foi o tratamento que proporcionou a melhor superação da dormência de sementes de Ormosia arborea, atingindo maiores valores de germinabilidade e velocidade de germinação.

Palavras-chave


Germinação; Tegumento; Sementes; Produção Vegetal.

Texto completo:

Artigo_pdf


Revista em Agronegócio e Meio Ambiente


Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
Contato: naep@unicesumar.edu.br
ISSN 2176-9168 On-line
ISSN 1981-9951 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.