<b>Tendências da Produção Agrícola de Lavouras Permanentes na Área de Abrangência da Secretaria de Desenvolvimento Regional de Joaçaba, Santa Catarina

  • Augusto Fischer Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc
  • Mariane Trevisan Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc
  • Silvio Santos Junior Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc
Palavras-chave: Lavouras Permanentes, Produção Agrícola, Desenvolvimento Rural

Resumo

Este trabalho avalia as tendências das lavouras permanentes que estão instaladas na área de abrangência da Secretaria de Desenvolvimento Regional de Joaçaba (SDR de Joaçaba), constituindo-se em um estudo que pretende ser fonte para avaliação e análise de vocação específica de cada município pertencente à SDR de Joaçaba. A economia da região é basicamente ligada ao setor da agropecuária, predominando a agricultura direcionada para a agroindústria. Os municípios que estão instalados na SDR de Joaçaba desenvolvem atividades ligadas a lavouras temporárias e a lavouras permanentes. Devido à exaustão do solo e à perda da fertilidade, as condições físicas do relevo, consideravelmente acidentado e pedregoso, vêm impossibilitando o cultivo das lavouras temporárias. Neste sentido o cultivo permanente das lavouras ganha espaço e condições para ser desenvolvido nesta região. Assim, o objetivo deste estudo é analisar as tendências da produção agrícola de lavouras permanentes na área de abrangência da SDR de Joaçaba. Para o desenvolvimento do estudo adotou-se a abordagem quantitativa da pesquisa, de caráter exploratório e descritivo, utilizando recursos da pesquisa bibliográfica e documental, visto que sua principal fonte de dados é constituída de dados secundários. Avaliou-se a produção e a produtividade das lavouras permanentes da laranja, maçã, pêssego, uva, e erva-mate (folha verde) de cada município pertencente à SDR de Joaçaba. Verificou-se que alguns municípios apresentam aptidão e vocação para o desenvolvimento das culturas permanentes, assim como a adequação dos solos específica para estas lavouras.

Biografia do Autor

Augusto Fischer, Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc
Docente e Pesquisador do Mestrado Profissional em Administração da Universidade do Oeste de Santa Catarina – UNOESC. Chapecó - SC
Mariane Trevisan, Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc
Bolsista de Iniciação Científica da Universidade do Oeste de Santa Catarina – UNOESC. Joaçaba - SC
Silvio Santos Junior, Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc
Docente e Pesquisador do Mestrado Profissional em Administração da Universidade do Oeste de Santa Catarina – UNOESC. Chapecó - SC
Publicado
2013-06-13
Seção
Agronegócio