INJUSTIÇA AMBIENTAL, MEIO AMBIENTE E VULNERABILIDADE: PROBLEMATIZANDO A CONSTRUÇÃO SOCIAL DA DESTERRITORIALIZAÇÃO DE COMUNIDADES POBRES, ÉTNICAS E NEGRAS

Palavras-chave: Desterritorialização, Injustiça ambiental, Vulnerabilidade social.

Resumo

O presente trabalho pretende articular as categorias injustiça ambiental, meio ambiente e vulnerabilidade, para problematizar a construção social da desterritorialização de comunidades pobres, étnicas e negras. O objetivo, portanto, é refletir sobre o lugar dessas populações no modelo de desenvolvimento hegemônico, contemporâneo, e dos processos mobilizatórios de enfrentamento a vulnerabilidade e desterritorialização provocados por seus impactos.

Biografia do Autor

Tarcisio Augusto Alves Silva, Universidade Federal Rural de Pernambuco
Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2001), mestrado em Serviço Social pela Universidade Federal de Pernambuco (2004) e doutorado em Sociologia pela Universidade Federal de Pernambuco (2010). Atualmente é professor adjunto III da Universidade Federal Rural de Pernambuco. Professor do Programa de Pós-graduação em Administração e Desenvolvimento Rural da UFRPE
Publicado
2017-04-07
Seção
Meio Ambiente