<b>Corredor de escoamento noroeste: alternativa logística para produtores agrícolas das regiões centro e norte do estado do Mato Grosso</b>

  • Magdiel Soares da Silva Cesumar
  • Tarcisio Marcelo Menezes Cesumar
Palavras-chave: Agronegócio, Corredor de Escoamento, Logística.

Resumo

A logística aplicada ao setor de agronegócio é hoje o principal meio para a redução dos custos na comercialização da produção agroindustrial brasileira. Esta preocupação fica evidente quando comparamos os custos do Brasil com os custos logísticos dos EUA, nosso principal concorrente global neste segmento. Tratando-se da soja, o principal produto na pauta de exportações do setor, o Brasil apresenta um custo de U$ 97 por tonelada, muito superior aos U$ 26 por tonelada desembolsados pelos norte-americanos. Criar alternativas logísticas para o setor significa proporcionar ganhos diretos na rentabilidade dos produtores, principalmente o das regiões Centro-Oeste e Norte do Brasil. Diante deste cenário o trabalho tem como objetivo analisar a viabilidade econômica da utilização do corredor de escoamento Noroeste, infra-estrutura logística dedicada ao processo de escoamento da produção agroindustrial nas regiões Centro e Norte do Estado do Mato Grosso. A infra-estrutura desse corredor é composta pelo conjunto de rodovias federais e estaduais e pela hidrovia ligando o rio Madeira ao rio Amazonas. Os dados obtidos foram analisados quantitativamente, mediante a avaliação dos custos logísticos gerados pela utilização deste corredor em comparação com o processo de escoamento por outras opções logísticas, entre as quais o corredor Sul, no qual se tem o porto de Paranaguá - PR como porta de saída da produção para o mercado externo. Os resultados obtidos apontam para uma significativa redução dos custos, da ordem de R$ 175 milhões anualizados, com redução de 22,13% destes custos. Estes valores tiveram como base os volumes exportados pelo corredor Noroeste em 2005.

Biografia do Autor

Magdiel Soares da Silva, Cesumar
Acadêmico do Curso de Especialização em Gestão de Agronegócio - Turma III do Centro Universitário de Maringá – CESUMAR
Tarcisio Marcelo Menezes, Cesumar
Docente do Curso de Tecnologia em Gestão de Agronegócio Centro Universitário de Maringá – CESUMAR
Publicado
2007-10-08
Seção
Agronegócio