<b>Testamento Vital Entre o Neoconstitucionalismo e o Constitucionalismo Andino

  • Célia Barbosa Areu Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense – UFF
Palavras-chave: Neoconstitucionalismo, Constitucionalismo Andino, Testamento Vital

Resumo

O presente trabalho destaca que o estudo do direito privado não é feito de forma adequada, isto é, com fundamento na Constituição e no Direito Internacional. Neste contexto, propõe o estudo do testamento vital de forma constitucionalizada e internacionalizada, objetivando também demonstrar que, progressivamente, vem sendo formada uma consciência jurídica universal sobre o tema, demonstrando o acolhimento da humanização do direito por diferentes povos, a despeito das distintas culturas e identidades.

Biografia do Autor

Célia Barbosa Areu, Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense – UFF
Doutora e Mestre em Direito Civil; Docente Adjunta de Direito Civil da Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense – UFF; Docente do PPGDC - Programa de Pós-Gtaduação Stricto Sensu em Direito Constitucional da Faculdade de Direito UFF. E-mail: celiababreu@terra.com.br
Publicado
2013-04-03
Seção
Doutrinas