<b>A Influência dos Dentifrícios Sobre a Escovação Dentária de Pacientes da FO-UFMG

  • Lilian Nádia Almeida da Silva Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
  • Flávio de Freitas Mattos Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
Palavras-chave: Dentifrício, Escovação, Higiene Bucal, Motivação, Prevenção, Toothpaste, Tooth Brushing, Oral Hygiene, Motivation, Prevention.

Resumo

O objetivo deste foi verificar a influência dos flavorizantes presentes nos dentifrícios sobre a motivação para a higiene bucal, particularmente sobre o tempo destinado à sua execução. Metodologia: Foram selecionados 100 indivíduos adultos de ambos os sexos e cor que fazem tratamento na FO-UFMG. Os pacientes foram divididos em dois grupos, sendo solicitado para o grupo A escovação dos dentes com dentifrício de marca comercial e para o grupo B, escovação com um dentifrício manipulado sem flavorizantes. Foi medido o tempo de escovação dos dois grupos. Em um segundo momento, os dentifrícios foram trocados: o grupo A recebeu aquele sem flavorizantes e o grupo B, o de marca comercial e o tempo de escovação foi medido novamente. Nessa última etapa, foi solicitado também que respondessem a um questionário sobre saúde bucal. Resultados e conclusões: Há influência da refrescância do dentifrício sobre o tempo de escovação dentária entre pacientes, principalmente do sexo masculino, aumentando-o.

Biografia do Autor

Lilian Nádia Almeida da Silva, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
Bolsista de iniciação científica do Departamento de Odontologia Social e Preventiva da Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. E-mail: lilianadia@yahoo.com
Flávio de Freitas Mattos, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
Docente adjunto do Departamento de Odontologia Social e Preventiva da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. E-mail: f.f.mattos@uol.com.br
Publicado
2009-09-14
Seção
Artigos Originais