<b>Avaliação do Risco de Desenvolvimento de Lesão Tecidual por Pressão em Clientes Internados na Unidade de Terapia Intensiva

  • Jefferson Nery Correia Faculdade Integrado de Campo Mourão
  • André Bonette Faculdade Integrado de Campo Mourão
Palavras-chave: Úlcera por Pressão, Unidade de Terapia Intensiva, Avaliação de Risco.

Resumo

A lesão tecidual por pressão (LTP) é um grande problema, especialmente na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e se torna uma complicação frequente, tendo um grande impacto sobre a recuperação do paciente. Para minimizar estes danos é fundamental a avaliação dos fatores de risco, bem como a utilização de instrumentos como a escala de Watrelow que auxiliam no trabalho da equipe de enfermagem na prevenção. O presente trabalho teve como objetivos avaliar o risco desenvolvimento de LTP em pacientes internados na UTI, num período de 64 dias, onde foram estudados pacientes com idade acima de 18 anos e tempo de permanência na UTI de mais de 24 horas, Os dados levantados demonstraram alto número de pacientes que desenvolveram LTP e de fatores que contribuíram para este agravo. As LTP foram classificadas de acordo com o grau da lesão, e podemos observar que, dos pacientes estudados, 9 (60%) desenvolveram LTP. Isso demonstra a importância de planos de cuidados para evitar estes agravos na UTI. Neste sentido a sistematização da assistência de enfermagem está diretamente ligada à necessidade de realização de cuidados que previnam essas lesões.

Biografia do Autor

Jefferson Nery Correia, Faculdade Integrado de Campo Mourão
Especialista em Saúde do Trabalhador pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE; Docente do curso de Enfermagem da Faculdade Integrado de Campo Mourão – PR. E-mail: jefferson.correia@grupointegrado.br
André Bonette, Faculdade Integrado de Campo Mourão
Discente do curso de Enfermagem da Faculdade Integrado de Campo Mourão – PR. E-mail: andrebonette@hotmail.com
Publicado
2010-08-10
Seção
Relato de Casos