<b>Prevalência da Presença do 3º Molar em Pacientes não Sindrômicos com Fissura Labiopalatina Comparados com Grupo Controle Tratados na Clínica de Odontologia da Unifenas

  • Ruy Cesar Camargo Abdo Filho Universidade José do Rosário Vellano
  • Laiz Avelino Vaz Universidade José do Rosário Vellano
  • Liliane Paes Sandy Carvalho Universidade José do Rosário Vellano
  • Caio Cesar Floriano Luz Universidade José do Rosário Vellano
  • Denismar Alves Nogueira Universidade José do Rosário Vellano – Unifenas
Palavras-chave: Terceiro Molar, Fissura Lábio Palatina, Inclusão Dental.

Resumo

Os dentes tornam-se frequentemente impactados em função do comprimento inadequado do arco dentário e do pouco espaço para a irrupção. A literatura é unânime em dizer que os dentes mais acometidos por inclusão ou impactação são os terceiros molares. Associado a isso, a deficiência de crescimento do arco dental dos indivíduos com fissuras labiopalatinas se torna uma alteração importante frente a este aspecto. Este artigo teve o objetivo de avaliar a presença do terceiro molar nos pacientes com fissura labiopalatina não sindrômicos (grupo 1) tratados no Centro Pró-Sorriso da Universidade José do Rosário Vellano, comparados com um grupo controle de pacientes sem fissura labiopalatina não sindrômicos (grupo 2) tratados na clínica integrada da Faculdade de Odontologia da mesma instituição. Foram analisados um total de 160 radiografias panorâmicas. Para a análise estatística foi utilizado o teste do Qui-quadrado com 5% de significância. Os resultados mostraram diferenças estatísticas entre os grupos, sendo a variável terceiro molar incluso e terceiro molar ausente maior no grupo 1 e a variável terceiro molar erupcionado maior no grupo 2.

Biografia do Autor

Ruy Cesar Camargo Abdo Filho, Universidade José do Rosário Vellano
Docente na Disciplina de Cirurgia Buco-Maxilo-Facial da Faculdade de Odontologia da Universidade José do Rosário Vellano – Unifenas. E-mail: abdofilho@gmail.com
Laiz Avelino Vaz, Universidade José do Rosário Vellano
Discente em Odontologia da Universidade José do Rosário Vellano – Unifenas. E-mail: laiz0307@hotmail.com
Liliane Paes Sandy Carvalho, Universidade José do Rosário Vellano
Discente em Odontologia da Universidade José do Rosário Vellano – Unifenas. E-mail: li.sandy@uol.com.br
Caio Cesar Floriano Luz, Universidade José do Rosário Vellano
Discente em Odontologia da Universidade José do Rosário Vellano – Unifenas. E-mail: caiocluz@hotmail.com
Denismar Alves Nogueira, Universidade José do Rosário Vellano – Unifenas
Docente na Disciplina de Bioestatística da Faculdade de Odontologia da Universidade José do Rosário Vellano – Unifenas. E-mail: denisnog@yahoo.com.br
Publicado
2011-02-03
Seção
Artigos Originais