<b>Prevalência dos Fatores de Risco da Obesidade Infantil nos Centros Municipais de Educação Infantil do Município de Maringá - PR-2010

  • Vanusa Pereira da Silva Universidade Estadual de Maringá – UEM
  • Robsmeire Calvo Melo Zurita Centro Universitário de Maringá - CESUMAR
Palavras-chave: Nutrição Infantil, Obesidade, Fatores de Risco, Hábitos Alimentares, Enfermagem

Resumo

A infância é um período em que se desenvolve grande parte das potencialidades humanas e os distúrbios relativos ao peso que incidem nessa época são responsáveis por graves consequências para indivíduos e comunidades. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a obesidade é um problema crescente na infância, chegando a atingir entre 25 a 30% da população infantil nos países ricos. Ela tem sido atribuída principalmente a fatores ambientais e socioculturais, tais como o incentivo a uma dieta pouco saudável, com alta proporção de gorduras, e a uma atitude sedentária. Este estudo teve como objetivo identificar os fatores de risco para obesidade infantil em crianças dos Centros Municipal de Educação Infantil (CMEI) do município de Maringá - PR. Participaram da pesquisa 229 crianças de 0 a 5 anos de ambos os gêneros, matriculados em cincos CMEI. Foi realizada uma avaliação antropométrica, aferindo peso e altura das crianças e calculando o Índice de Massa Corporal (IMC). Da população estudada, 51,53% eram crianças do gênero feminino e 48,47 % das crianças do gênero masculino. Foram encontrados no gênero masculino 15,31% com sobrepeso e 19,81% obesos e no gênero feminino 16,95% sobrepesos e 11,86% obesas. A obesidade infantil é um grave problema de saúde pública em todo o mundo, pois sua prevalência vem aumentando nos países desenvolvidos e nos em desenvolvimento. Esta enfermidade, se não controlada ou tratada o mais cedo possível, causa graves problemas de saúde dos indivíduos, pois traz complicações articulares, cardiovasculares, endócrino-metabólicas, neoplásicas, respiratórias, gastrointestinais, influência no crescimento e desenvolvimento da criança, além de causar danos psicossociais.

Biografia do Autor

Vanusa Pereira da Silva, Universidade Estadual de Maringá – UEM
Graduada em Enfermagem pelo Centro Universitário de Maringá - CESUMAR; Enfermeira; E-mail: vanusapaulo_@hotmail.com
Robsmeire Calvo Melo Zurita, Centro Universitário de Maringá - CESUMAR
Mestre em Enfermagem pela Universidade Estadual de Maringá – UEM; Docente de Enfermagem no Centro Universitário de Maringá – CESUMAR; Enfermeira; E-mail: robsmeire.zurita@cesumar.com.br
Publicado
2012-02-15
Seção
Artigos Originais