AVALIAÇÃO NUTRICIONAL E RISCO DE DESNUTRIÇÃO EM IDOSOS COM DEMÊNCIAS

  • Annah Rachel Graciano Unievangélica
  • Andressa Meline Cozer Unievangélica
  • Vítor Marcilio Lima Santana Unievangélica
  • Júlia Maria Rodrigues de Oliveira Unievangélica
Palavras-chave: Risco de desnutrição, Doença de Alzheimer, Avaliação nutricional

Resumo

Aplicar o MNA como instrumento de triagem nutricional em idosos com a finalidade de identificar os desafios e sua aplicabilidade na rotina da nutrição desses pacientes. Coorte prospectiva, realizada entre janeiro de 2014 a junho de 2017, baseada em 300 idosos entre 60 e 95 anos, que foram submetidos a avaliações geriátricas específicas. Determinou-se a frequência de desnutrição e o risco de desnutrição em grupos com demências comparadas a idosos sem demência ou transtorno cognitivo leve. O estado nutricional normal prevaleceu em idosos sem demência (58,4%). A prevalência entre idosos com demência foi de 18,2% a 33,3%. Idosos com Parkinson estiveram mais relacionados à desnutrição (33,3%) que idosos com outras demências. Os pacientes com doença de Alzheimer foram os que apresentaram maior risco de desnutrição (63,6%). Há relação positiva entre o desenvolvimento de desnutrição e demências, principalmente associada à doença de Parkinson.

Biografia do Autor

Annah Rachel Graciano, Unievangélica
Discente do curso de medicina do Centro Universitário de Anápolis, Goiás (GO), Brasil. Curriculum Vitae: http://lattes.cnpq.br/8007550589636415
Andressa Meline Cozer, Unievangélica
Discente do curso de medicina do Centro Universitário de Anápolis, Goiás (GO), Brasil. Curriculum Vitae: http://lattes.cnpq.br/6491791766087991
Vítor Marcilio Lima Santana, Unievangélica
Discente do curso de medicina do Centro Universitário de Anápolis, Goiás (GO), Brasil.
Júlia Maria Rodrigues de Oliveira, Unievangélica
Mestre em Ciências da saúde; Discente do centro universitário de Anápolis. Curriculum Vitae: http://lattes.cnpq.br/9972672928823118

Referências

Burlá C, Camarano AA, Kanso S, Fernandes D, Nunes R. Panorama prospectivo das demências no Brasil: um enfoque demográfico. Cien Saude Colet. 2013;18(10): 2949-56.

Chaimowicz F. Saúde do Idoso. NESCON/UFMG – Curso de Especialização em Atenção Básica em Saúde da Família. Belo Horizonte: Coopmed 2009; 172:16-26.

Bastos FC. A influência da nutrição na resposta inflamatória e no envelhecimento (Dissertação de Mestrado); 2015.

Najas M, Yamatto TH. Avaliação do estado nutricional de idosos. Nestlé nutrition; 2008. 7p. Disponível em: http://www. nestle-nutricaodomiciliar. com. br/Files/documentos/AVALIACAO% 20EST% 20NUT. pdf.

Sousa APGD, Gallello DC, Lú A, Carreira MC. Triagem nutricional utilizando a Mini Avaliação Nutricional versão reduzida: aplicabilidade e desafios. Geriatr Gerontol Aging. 2015;9(2)49-53.

Guerin O, Soto ME, Brocker P, Robert PH, Benoit M, Vellas B. Nutritional status assessment during Alzheimer’s disease: results after one year (the REAL French Study Group). J Nutr Health Aging. 2005;9(2):81-4.

Fávaro-Moreira NC, Krausch-Hofmann S, Matthys C, Vereecken C, Vanhauwaert E, Declercq A, Duyck J, et al. Risk Factors for Malnutrition in Older Adults: A Systematic Review of the Literature Based on Longitudinal Data. Adv Nutr. 2016;7(3):507-22.

Sanders C, Behrens S, Schwartz S, Wengreen H, Corcoran CD, Lyketsos CG, Tschanz JT. Nutritional status is associated with faster cognitive decline and worse functional impairment in the progression of dementia: the cache county dementia progression study 1. J Alzheimers Dis. 2016;52(1):33-42.

Rentero LR, Iniesta CN, Gascón JC, Tomás CJ, Sánchez CÁ. Malnutrition in the elderly patient to hospital admission, an old problem unsolved. Nutr Hosp. 2015;32(5):2169-77.

Yildiz D, Pekel NB, Kilic AK, Tolgay EN, Tufan F. Malnutrition is associated with dementia severity and geriatricsyndromes in patients with Alzheimer disease. Turk J Med Sci. 2015;45(5):1078-81.

Sparre-Sorensen M, Kristensen G. Alzheimer’s disease in the Danish malnutrition period 1999-2007. J Alzheimers Dis. 2015; 48(4):979-85.

Droogsma E, Van Asselt DZB, Scholzel-Dorenbos CJM, Van Steijn JHM, Van Walderveen PE, Van der Hooft CS. Nutritional status of community-dwelling elderly with newly diagnosed Alzheimer’s disease: prevalence of malnutrition and the relation of various factors to nutritional status. J Nutr Health Aging. 2013;17(7):606-10.

Tomic S, Pekic V, Popijac Z, Pucic T, Petek M, Kuric TG, Kramaric RP, et al. What increases the risk of malnutrition in Parkinson’s disease? J Neurol Sci. 2017; 375:235-8.

Publicado
2018-08-30
Seção
Artigos Originas - Promoção da Saúde