Repercussões emocionais manifestadas por enfermeiros(as) diante do cuidado a pacientes com COVID-19

Palavras-chave: COVID-19, Cuidados de enfermagem, Enfermeiras e enfermeiros, Emoções manifestas, Profissionais de enfermagem

Resumo

Este estudo teve por objetivo compreender as repercussões emocionais manifestadas pelos(as) enfermeiros(as) de um hospital de campanha diante do cuidado a pacientes com COVID-19. Tratou-se de uma pesquisa descritiva e exploratória qualitativa com 16 enfermeiros assistenciais de um hospital de campanha referência à COVID-19 da região Central do Brasil. Para a coleta de dados, foram utilizados um questionário de perfil profissiográfico e entrevistas online e, posteriormente, submetidos à análise de conteúdo temática. Referente aos resultados, emergiu-se a categoria "Repercussões emocionais de enfermeiros(as) diante do cuidado a pacientes com COVID-19”, evidenciando que os profissionais manifestaram impotência, incerteza, insegurança, medo, tristeza, consternação, irritação, saudade, rejeição, apatia, satisfação e felicidade pela experiência de contribuir, altruísmo, desvelo, empatia e gratidão. Este estudo revelou a ambivalência de emoções advindas da atuação dos(as) enfermeiros(as) na assistência a pacientes com COVID-19, demonstrando que mesmo após as vacinas, há necessidade de ações de promoção da saúde mental para os profissionais de enfermagem.

Biografia do Autor

Ester Lorrane Borges Barreto , Universidade Federal de Goiás
Mestre em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Federal de Goiás, Goiânia (GO), Brasil.
Nathalia Martins de Morais, Universidade Federal de Goiás
Enfermeira. Universidade Federal de Goiás, Goiânia (GO), Brasil
Johnatan Martins Sousa, Universidade Federal de Goiás
Mestre em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Federal de Goiás, Goiânia (GO), Brasil.
Marciana Gonçalves Farinha, Universidade Federal de Uberlândia
É professora pública Federal desde 2011. Possui Licenciatura (1997) e Graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Uberlândia (1998). Mestrado em Psicologia pela Universidade de São Paulo - USP em Ciências, subárea Psicologia, área de concentração Fenomenologia (2001) e Doutorado em Enfermagem Psiquiátrica pela Universidade de São Paulo (2006) área de concentração Saúde Mental e Fenomenologia (2006). Trabalhou em clínica psicológica na vertente das abordagens Fenomenológicas-Existenciais como Existencial e Gestalt com atendimento a crianças, adolescente e adulto (1999-2011). Atuação em clínica de Acompanhamento Terapêutico (1999-2011). Atendimento em Ambulatório de Saúde Mental (2000 ? 2011) realizando atendimento à crianças, adolescentes e adultos. No Ensino Superior atuou como professora na Graduação em diversas Instituições de Ensino Público e Privado em cursos de Psicologia e outros e Pós-Graduação. Atualmente se dedica à docência na graduação e no Programa de Pós-Graduação em Psicologia do Instituto de Psicologia da Universidade Federal de Uberlândia. Se dedica em pesquisas nas áreas de Psicologia Clínica, Gestalt, Fenomenologia, Saúde Mental, Tratamento e Prevenção Psicológica. Membro do Grupo de Pesquisa RECUID - REFLETIR PARA CUIDAR: Grupo Interdisciplinar de Pesquisa e Intervenção em Saúde Mental e do LEPPS - Laboratório de Ensino e Pesquisa em Psicologia da Saúde.
Nathália dos Santos Silva, Universidade Federal de Goiás
Enfermeira formada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (SP). Doutora em Enfermagem na Universidade Federal de Goiás. Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal de Goiás. Especialista em Saúde Mental. Professora Adjunta na Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Goiás (FEN/UFG). Atuou na Gerência de Saúde Mental do Estado de Goiás no período de 2013 a 2018. Membro dos grupos de pesquisa: Refletir para cuidar: Grupo Interdisciplinar de Pesquisa e Intervenção em Saúde Mental (RECUID) e do Grupo de Estudos em Gestão e Recursos Humanos em Saúde e Enfermagem ? GERHSEn ? FEN/UFG. Pesquisadora nas áreas de gestão de serviços de saúde mental, enfermagem psiquiátrica e educação permanente em saúde. Mãe do Miguel e do Pedro.
Camila Cardoso Caixeta, Universidade Federal de Goiás
Possui graduação em Enfermagem (2001) pela Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP; Especialização em Saúde da Família (2004) pela Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP; Especialização em Saúde Mental pela Faculdade de Enfermagem da UFG (2011); Mestrado em Ciências da Saúde pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP (Departamento de Enfermagem Psiquiátrica e Ciências Humanas - DEPCH); Doutorado em Ciências da Saúde pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP (Departamento de Enfermagem Psiquiátrica e Ciências Humanas - DEPCH); Professora orientadora de Iniciação Científica (FEN/UFG); Professora Credenciada do Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Enfermagem da UFG (mestrado e doutorado) e Professora Credenciada no Mestrado Profissional em Saúde Coletiva da UFG; Líder do Grupo de Pesquisa vinculado ao CNPQ REFLETIR PARA CUIDAR: Grupo Interdisciplinar de Pesquisa e Intervenção em Saúde Mental; Membro do capítulo Brasil The International Nurses Society on Addictions (IntNSA); Ex-Diretora da Atenção Estudantil da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis da UFG. Atualmente Diretora da Faculdade de Enfermagem (FEN) da Universidade Federal de Goiás (UFG).

Referências

Adams JG, Walls RM. Supporting the Health Care Workforce During the COVID-19 Global Epidemic. JAMA. [Internet]. 2020 [cited 2023 Julh. 21];323(15):1439-1440. Available from: https://jamanetwork.com/journals/jama/fullarticle/2763136

Ornell F, Halpern SC, Kessler FHP, Narvaez JCM. The Impact of the COVID-19 Pandemic on the Mental Health of Healthcare Professionals. Cad. Saude Publica. [Internet]. 2020 [cited 2023 Julh. 21];36(4):01-06. Available from: https://doi.org/10.1590/0102-311X00063520

Borges EMN, Queirós CML, Vieira MRFSP, Teixeira AAR. Perceptions and experiences of nurses about their performance in the COVID-19 pandemic. Rev. Rene. [Internet]. 2021 [cited 2023 Julh. 21];22(e60790):01-08. Available from: https://doi.org/10.15253/2175-6783.20212260790

Amestoy SC. Inteligência emocional: habilidade relacional para o enfermeiro líder na linha de frente contra o novo Coronavírus. J. nurs. health. [Internet]. 2020 [cited 2023 Julh. 21];10(n.esp.):e20104016. Available from: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/enfermagem/article/view/18993/11578

Perls FS, Hefferline R, Goodman P. Gestalt-terapia. São Paulo, 1997.

Reeve J. Motivação e emoção. Rio de Janeiro: LTC, 2006.

Souza NVDO, Carvalho EC, Soares SSS, Varella TCMML, Pereira SRM, Andrade KBS. Nursing work in the COVID-19 pandemic and repercussions for workers’ mental health. Rev. Gaúch. Enferm. [Internet]. 2021 [cited 2023 Julh. 21];42(esp): e20200225. Available from: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2021.20200225

Shigemura J, Ursano RJ, Morganstein JC, Kurosawa M, Benedek DM. Public responses to the novel 2019 coronavirus (2019-nCoV) in Japan: Mental health consequences and target populations. PNC. [Internet]. 2020 [cited 2023 Julh. 21];74(4):281-282. Available from: https://doi.org/10.1111/pcn.12988

Mihailescu M, Neiterman E. A scoping review of the literature on the current mental health status of physicians and physicians-in-training in North America. BMC Public Health. [Internet]. 2019 [cited 2023 Julh. 21];19(1363):01-08. Available from: https://doi.org/10.1186/s12889-019-7661-9

Santos WA, Beretta LL, Bruna SL, Silva MAP, Cordeiro GP, França EM. The impact of the COVID-19 pandemic on the mental health of healthcare workers: integrative review. Res., Soc. Dev. [Internet]. 2020 [cited 2023 Julh. 21];9(8):01-30. Available from: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i8.5470

Silva LS, Machado EL, Oliveira HN, Ribeiro AP. Working conditions and lack of information on the impact of COVID-19 among health workers. Rev Bras Saude Ocup. [Internet]. 2020 [cited 2023 Julh. 21];45(e24):01-08. Available from: http://dx.doi.org/10.1590/2317-6369000014520

Acioli DMN, Santos AAP, Santos JAM, de Souza IP, Silva RKL. Impacts of the COVID-19 pandemic on nurses’ health. Rev. enferm. UERJ. [Internet]. 2022 [cited 2023 Julh. 21]; 30(e63904):01-05. Available from: http://dx.doi.org/10.12957/reuerj.2022.63904

Franco Coffre JA, Levi Aguirre PA. Feelings, Stress, and Adaptation Strategies of Nurses against COVID-19 in Guayaquil. Invest. educ. enferm. [Internet]. 2020 [cited 2023 Julh. 21];38(3):e07. Available from: https://doi.org/10.17533/udea.iee.v38n3e07

Bardin, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70; 2011.

Ministério da Saúde (BR). Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012. Aprova diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 13 junho de 2013. [Internet]. 2012 [cited 2023 Julh. 21]. Available from: https://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf

Ribeiro LS, Bragé EG, Ramos DB, Fialho IR, Vinholes DB, Lacchini AJB. COVID-19 pandemic effects on the mental health of an academic community. Acta paul. enferm. [Internet]. 2021 [cited 2023 Julh. 21];34(eAPE03423):01-07. Available from: https://doi.org/10.37689/acta-ape/2021AO03423

Nasi C, Marcheti PM, Oliveira E, Rezio LA, Zerbetto SR, Queiroz AM, et al. Meanings of nursing professionals' experiences in the context of the pandemic of COVID-19. Rev Rene. [Internet]. 2021 [cited 2023 Julh. 21];22(e67933):01-09. Available from: https://doi.org/10.15253/2175-6783.20212267933

Duarte RF, Medeiros LMF, Araújo MJAM, Cavalcante ASP, Souza EC, Alencar OM. et al. Agentes comunitários de saúde frente à COVID-19: vivências junto aos profissionais de enfermagem. Enferm. foco (Brasília). [Internet]. 2020 [cited 2023 Julh. 21];1(esp):252-256. Available from: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/3597/837

Fernandez M, Lotta G, Passos H, Cavalcanti P, Corrêa MG. Working conditions and perceptions of nursing professionals who work to cope with COVID-19 in Brazil. Saude soc. [Internet]. 2021 [cited 2023 Julh. 21];30(4):01-13. Available from: https://doi.org/10.1590/S0104-12902021201011

Patrão I, Araújo A, Romano A, Enes-Pinheiro B, Figueiredo C, Lobo G. et al. Impacto psicossocial do vírus COVID-19: emoções, preocupações e necessidades numa amostra portuguesa. Psicol. saúde doenças. [Internet]. 2020 [cited 2023 Julh. 21];21(3):541-557. Available from: https://www.researchgate.net/publication/349013937_COVID-19_virus_psychosocial_impact_emotions_concerns_and_needs_in_a_portuguese_sample

Forte ECN, Ribeiro OMPL, Amadigi FR, Pires DEP. The voice of those who provide care during the pandemic – a lexicographic study in Brazil-Portugal. Rev. gaúch. enferm. [Internet]. 2021 [cited 2023 Julh. 21];42(esp): e20200336. Available from: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2021.20200336

Barreto MS, Hipolito ABL, Hipolito MAL, Lise F, Radovanovic GAT, Marcon SS. The COVID-19 pandemic: repercussions on the daily life of health professionals working in emergency units. Esc Anna Nery. [Internet]. 2021 [cited 2023 Julh. 21]; 25(spe): e20210064. Available from: https://doi.org/10.1590/2177-9465-EAN-2021-0064

Borges GM, Maia JM, Xavier PO, Santos ABR, Barbosa CCM, Nogueira VF. et al. O impacto da Síndrome de Burnout entre os profissionais de saúde no contexto da pandemia da COVID-19. REAEnf. [Internet]. 2021 [cited 2023 Julh. 21];13(e8375):01-08. Available from: https://doi.org/10.25248/reaenf.e8375.2021

Appel AP, Carvalho ARS, Santos RP. Prevalence and factors associated with anxiety, depression and stress in a COVID-19 nursing team. Rev. gaúch. enferm. [Internet]. 2021 [cited 2023 Julh. 21];42(esp):e20200403. Available from: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2021.20200403

Oliveira EN, Costa MSA, Marques NS, Lomeo RC, Nascimento PIFV, Rodrigues CS. et al. Projeto vida em quarentena: estratégia para a promoção da saúde mental de enfermeiros diante da COVID-19. Enferm. foco (Brasília). [Internet]. 2020 [cited 2023 Julh. 21];11(1):162-167. Available from: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/3741/820

Lopyola CMS, Oliveira RMP. Florence Nightingale and the art of nursing: text and context of Victorian England. Esc Anna Nery. [Internet]. 2021 [cited 2023 Julh. 21];25(4): e20200152. Available from: https://doi.org/10.1590/2177-9465-EAN-2020-0152

Souza CBL, Souza JM, Silva CAS, Borges AA, Oliveira ISB, Santos IOA. Assistência de enfermagem durante a pandemia de COVID-19: um relato de experiência. Revista Atenas Higeia. [Internet]. 2020 [cited 2023 Julh. 21];2(3):16-21. Available from: http://www.atenas.edu.br/revista/index.php/higeia/article/view/65/53

Siqueira BCD, Rodrigues CC, Bonini LMM. Empatia como competência na graduação de enfermagem aplicada a situações com o COVID-19. GEPFIP. [Internet]. 2022 [cited 2023 Julh. 21];11(1):127-139. Available from: https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1160/995

Vivenzio RA, Amorim AER, Sousa JM, Farinha MG. Grupo terapêutico on-line: dispositivo de cuidado para a saúde mental de universitários em tempos de pandemia. Rev. de Psicol. [Internet]. 2022 [cited 2023 Julh. 21];13(2):71-79. Available from: https://doi.org/10.36517/10.36517/revpsiufc.13.2.2022.5

Silva JPL, Morais MST. A terapia floral no cuidado integral à população durante a pandemia de COVID-19. Saude e pesqui. [Internet]. 2023 [cited 2023 Julh. 21];6(2):e-11186. Available from: https://periodicos.unicesumar.edu.br/index.php/saudpesq/article/view/11186/7355

Publicado
2024-03-31
Seção
Artigos Originais