<b>Incidência de Pneumonia Nosocomial em uma Unidade de Terapia Intensiva do Município de Maringá, Estado do Paraná

  • Marta Maria Polaquini Rocha Cesumar
  • Renata Cappellazzo Colosio Cesumar
  • Vanessa Desie Fonzar Cesumar
Palavras-chave: Pneumonia nosocomial, Unidade de Terapia Intensiva, Fisioterapia, Nosocomial pneumonia, Intensive care unity, Physiotherapy.

Resumo

Pneumonia nosocomial, também conhecida por pneumonia hospitalar, é definida como toda infecção do trato respiratório inferior que ocorre durante a internação, varia em sua manifestação clínica e é um dos principais agravantes do quadro hospitalar, podendo levar o paciente a óbito. Nesse sentido, o presente trabalho tem por objetivo verificar a incidência de pneumonia nosocomial em um Hospital privado do município de Maringá, Estado do Paraná, no período de julho de 2005 a julho de 2006, em pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva e submetidos a tratamento fisioterapêutico. Foi realizado o levantamento dos prontuários e, em seguida, coletados os dados em uma ficha elaborada. Após a análise estatística, os resultados mostraram que a maioria dos pacientes era do sexo masculino, raça branca, faixa etária entre 61 e 70 anos e, em sua maioria eram pacientes do Setor de Pneumologia. Dos dez pacientes com pneumonia nosocomial, 31% foram a óbito.

Biografia do Autor

Marta Maria Polaquini Rocha, Cesumar
Acadêmica do Curso de Fisioterapia do Centro Universitário de Maringá – CESUMAR.
Renata Cappellazzo Colosio, Cesumar
Docente Mestre do Departamento de Fisioterapia do Centro Universitário de Maringá – CESUMAR.
Vanessa Desie Fonzar, Cesumar
Acadêmica do Curso de Fisioterapiado Centro Universitário de Maringá – CESUMAR.
Seção
Artigos Originais